TUBARÃO | Ordenação Presbiteral de Lucas Bittencourt Neves

“Rezem por mim para que eu nunca me esqueça de minha origem humilde e de que meu sacerdócio não descende da coorte imperial de Constantino, mas dos humildes discípulos de Jesus de Nazaré”. Com estas palavras, o néo sacerdote Lucas Bittencourt Neves terminou sua mensagem, no final da celebração em que foi ordenado presbítero, na tarde do dia 24 de abril.

Referiu-se também à igreja ,onde estava celebrando a ordenação presbiteral, resultado, no início da criação da diocese, do esforço desmedido dos operários das oficinas de trem, dentre os quais estão incluídos muitos de seus familiares.

A ordenação presbiteral do Lucas foi na Igreja Matriz São José Operário, em Oficinas, Tubarão, sendo ordenante o bispo diocesano Dom João Francisco Salm.

Durante a homilia, dom João contextualizou o momento presente, lembrando que, apesar da crise pandêmica que impõe tantas e necessárias restrições, o Lucas estava sendo ordenado no Ano de São José, no Ano da Família Amoris Laetitia, e dentro da Liturgia do 4º Domingo da Páscoa, que, no Evangelho, apresenta Jesus como “o Bom Pastor que conhece as ovelhas, conduz ao redil as que estão fora e dá a vida por elas”.

“Como o pastor no campo, que durante as vigílias noturnas, guarda o rebanho” (cf. Lc 2,8), é o lema que Lucas escolheu para sua vida de padre. Lucas confiou seu sacerdócio a Nossa Senhora, a São José e a São João Maria Vianey, que o chamou de “o pequeno gigante de Ars”.

Com informações da Diocese de Tubarão – SC

ÚLTIMAS NOTÍCIAS