InícioGeralMortes recentes na região estão sendo investigadas como suspeitas de dengue

Mortes recentes na região estão sendo investigadas como suspeitas de dengue

Em Tubarão, a vítima foi um homem de 41 anos e, em Pedras Grandes, uma mulher de 56. Em Imaruí, a vítima foi uma mulher de 84 anos.

O informe epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES), através da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), nessa quarta-feira (13), mostra que os casos prováveis de dengue tiveram um aumento de 387,02% no ano de 2024 em comparação com o mesmo período do ano passado.

No total, 236 municípios catarinenses já registraram casos prováveis de dengue este ano.

Além disso, três mortes recentes na região estão sendo investigadas como suspeitas de dengue, em Tubarão, Pedras Grandes e Imaruí.

Em Tubarão, a vítima foi um homem de 41 anos e, em Pedras Grandes, uma mulher de 56. Em Imaruí, a vítima foi uma mulher de 84 anos.

Ao jornal Diário do Sul, a bióloga da Regional de Saúde, Sabrina Fernandes Cardoso, confirma as investigações em Pedras Grandes e Tubarão, mas explica que a princípio não há razão para preocupação porque a suspeita principal não é dengue, mas como eles se encaixam no quadro hemorrágico entram também como suspeitos para a doença e são investigados.

Já para a morte ocorrida em Imaruí, Sabrina diz se tratar de uma forte suspeita para a dengue especificamente, porque neste caso tem clínica para a doença. A vítima inclusive chegou a ser internada com suspeita de dengue.

Até agora são 19 mortes confirmadas por dengue em SC, nos municípios de Araquari (01), Indaial (01), Itajaí (03), Itapiranga (01) Joinville (11), Navegantes (01) e São Francisco do Sul (01).

Fonte: Sul Agora