InícioInternacionalAtentado durante show em Moscou acende debate sobre o retorno da pena...

Atentado durante show em Moscou acende debate sobre o retorno da pena de morte na Rússia

Após o ataque terrorista na casa de show Crocus City Hall, nos arredores de Moscou, que chocou a Rússia e o mundo, vários membros do alto escalão do regime do presidente russo Vladimir Putin pedem que a moratória sobre a pena de morte para “terroristas” seja suspensa.

“Hoje, muitas pessoas estão perguntando sobre a pena de morte (…) será tomada uma decisão que atenderá às expectativas da nossa sociedade”, comentou Vladimir Vassiliev, chefe do grupo parlamentar do partido governista Rússia Unida, sobre a questão da suspensão da moratória que está em vigor desde 1996.

Para o líder parlamentar Yuri Afonin, responsável por questões de segurança, “quando se trata de terrorismo e assassinato de pessoas, precisamos restabelecer a lei que autoriza a pena de morte”. Sergei Mironov, membro do partido pró-Kremlin “Just Russia”, também pediu “o estabelecimento da pena de morte para pessoas que cometem atos terroristas”.

Além dos grupos jihadistas, como o Estado Islâmico (EI), que reivindicou a responsabilidade pelo ataque mortal ao Crocus City Hall na sexta-feira (22), que deixou pelo menos 133 pessoas mortas, a Rússia considera vários oponentes e líderes ucranianos como “extremistas” e “terroristas”. Neste mês, o país acrescentou o “movimento LGBT internacional” à lista de organizações terroristas elaborada pelos serviços financeiros russos.

Fonte: RFI