Visual da trilha de Imaruí, em Orleans, surpreende trilheiros

Uma antiga estrada de tropeiros com início na comunidade de Três Barras, em Orleans, é o caminho perfeito para conhecer alguns dos visuais mais encantadores da região sul catarinense. O grupo de Trilhas Sintonia com a Natureza, de Criciúma, curtiu as belezas do lugar neste sábado, dia 22/8. O sol espantou o frio da manhã e o clima agradável marcou o dia.

Elio Wessler, líder do grupo, realiza trilhas há 33 anos. Claudinei Darós e Joelso Clóvis da Silva são alguns dos seus amigos que o acompanham há 18 e 16 anos, respectivamente. “Já joguei futebol, participei de corridas e fiz academia. Várias pessoas me disseram para não vir nesta de hoje, mas eu disse que isso estava fora de cogitação. Atribuo a minha saúde e a disposição que tenho aos 69 anos às trilhas que faço há muitos anos. Caminho sem ficar ofegante, faço paradas para contemplar e fotografar”, comentou Silva.

O percurso tem como atrativos pássaros, riachos, uma pequena gruta, taquaras e tapetes de trevos ladeando parte do trajeto. Há muitas pedras formando escadarias improvisadas e irregulares. O trecho não apresenta escaladas e obstáculos complicados. A vegetação ao longo do caminho garante o frescor das sombras. Em alguns pontos é preciso descer um pouco para continuar a subida que atinge uma altitude superior a mil metros. Os mirantes surpreendem os turistas porque oferecem diversos ângulos para observar a serra, dentre eles o Canyon Laranjeiras. “Este percurso mede aproximadamente de sete quilômetros. Demoramos 3 horas e 20 minutos para atingir o topo. Para descer é mais rápido, demoramos pouco mais de duas horas. Consideramos uma trilha tranquila, mas que exige um pouco de preparo. Aproveito para alertar os novatos que as unhas dos pés devem ser cortadas porque na descida podem doer”, explicou Wessler.

Os participantes deste grupo costumam organizar as trilhas coletivamente dividindo despesas com combustível e comida. Laços fortes de coleguismo e amizade foram criados ao longo dos anos. O clima entre os membros harmonia e parceria se evidencia quando juntos rezam o Pai-Nosso diante de um pequeno santuário. Isso garante que eles possam compartilhar experiências como ouvir o canto das gralhas-azuis enquanto comem pão com linguiça e respiram o ar puro oferecido pela natureza.

O grupo Sintonia com a Natureza tem feito restrições devido à pandemia, além disso, é fechado e não abre vagas. Interessados em realizar trilhas podem fazer contato com agências de turismo, como a Soul Trip Ecoturismo pelo instagram @soultripecoturismo.

Ana Lúcia Pintro: Professora Matemática (Criciúma e Cocal do Sul)/ Acadêmica de Jornalismo (SATC)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS