Urussanga : Prefeito é afastado do cargo após operação

O prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier (PP), foi afastado do cargo nessa quinta-feira após uma decisão da Justiça, em virtude da Operação Benedetta, realizada pela Polícia Federal. A operação investiga a suspeita de má aplicação e desvio de recursos públicos contratados pela prefeitura de Urussanga com a Caixa Econômica Federal. Dezoito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em cinco cidades (Urussanga, Tubarão, Orleans, Siderópolis e Criciúma) contra servidores públicos e empresários. Ao DS, a Polícia Federal informou que um mandado foi cumprido em Tubarão e outros dois em Orleans. Não foi detalhado quais foram os alvos nesses municípios.

Na casa de um dos investigados, a PF apreendeu R$ 80 mil em espécie. A origem do dinheiro ainda será investigada. Celulares e computadores também foram apreendidos. A primeira fase da Operação Benedetta busca encontrar indícios das supostas fraudes que teriam ocorrido em obras de pavimentação. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) após nove meses de investigação.

Reportagem Diário do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS