União não é obrigada a fornecer medicamentos não incluídos na lista do SUS

A União não é obrigada a participar de ações para fornecimento de medicamentos autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas que ainda não foram incorporados à lista do Sistema Único de Saúde (SUS). A confirmação foi feita pela Advocacia-Geral da União no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O caso chegou ao tribunal depois de um ajuizamento de ação para fornecimento de medicamento movida contra o Estado de Santa Catarina e o município de Chapecó, para obter um remédio não listado na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) do SUS.

A ação foi parar no Superior Tribunal de Justiça para solucionar o conflito de competência entre juízes de diferentes tribunais. Em defesa da União, a AGU argumentou que o Supremo Tribunal Federal (STF) fixou entendimento de que a participação da União é obrigatória apenas nos casos em que são pleiteados medicamentos sem registro na Anvisa.

Reportagem: Janary Bastos Damacena

Fonte: Brasil 61

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tubarão | Grupo Cáritas Diocesana ensina profissão a imigrantes

Numa ação solidária, imigrantes atendidos pelo grupo Cáritas Diocesana de Tubarão estão aprendendo uma profissão. Está em andamento o projeto “Padaria Solidária dos Imigrantes”. Nos...

Federação das Indústrias de Santa Catarina lança conteúdo exclusivo para profissionais em busca de emprego

A pandemia do coronavírus teve impacto direto na alta do desemprego no Brasil. Dados da PNAD Covid-19, do IBGE, apontam que o número de...

Empresa Simples de Crédito e Cadastro Positivo surgem como alternativas de crédito para micro e pequenas empresas

Nem sempre as condições são fáceis para que micro e pequenos empreendedores consigam crédito ou capital de giro para seus negócios. No ano passado,...

O colorido na lateral do cemitério de Orleans tem chamado a atenção

O Campo Santo de Orleans já algum tempo vem passando por várias reformas e uma em especial chama a atenção, a pintura da lateral...