Turismo na Bahia cresce 48% entre julho e agosto

Com a retomada das atividades econômicas durante a pandemia da Covid-19, a Bahia registrou aumento de 48,4% no setor turístico entre os meses de julho e agosto. Os dados são da última Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O incremento é resultado da reabertura gradual de importantes destinos para o turismo no estado. Devido à pandemia, o volume das atividades turísticas no Brasil em agosto de 2020 foi 44,5% menor do que em agosto de 2019.

O estudo, que inclui informações de 12 estados, aponta a Bahia como segundo maior índice de crescimento, atrás apenas do Ceará (+85,4%) e à frente de Minas Gerais (+22,9%), São Paulo (+15,8%) e Rio de Janeiro (+15%).

Governo faz mapeamento para auxiliar transformação digital de rotas turísticas

Ministério do Turismo libera R$ 2 bilhões para apoiar a cultura de estados e municípios

A retomada dos voos foi um aspecto fundamental para a alta do índice. Segundo a empresa responsável pela administração do aeroporto da capital, neste mês de outubro a oferta de assentos em voos será 55% maior que em setembro. Já no final do ano, serão disponibilizados 50% dos voos do mesmo período do ano passado.

Nos últimos feriados prolongados, do dia 7 de setembro e 12 de outubro, Itacaré, Praia do Forte, Morro de São Paulo e Porto Seguro registraram 100% de ocupação dos leitos abertos em hotéis e pousadas. Já Salvador teve aumento significativo, passando de 36% no primeiro feriadão para 62% no segundo, de acordo com a Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha). Para o feriado de 2 de novembro, a taxa esperada é de 65% a 70%.

O secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco, avaliou setembro como um mês importante para a retomada do turismo, com a reabertura de meios de hospedagem, restaurantes e atrativos, seguindo rígidos protocolos de segurança sanitária. Ele ainda acrescenta que o Estado se beneficia pela diversificada oferta de atrativos ao ar livre, uma tendência do atual momento de pandemia.

Reportagem: Luciana Bueno

Fonte: Brasil 61

ÚLTIMAS NOTÍCIAS