Trilha Carasal proporciona visão da Serra Geral e do Oceano Atlântico

O arreio sobre um toco, o cavalo pastando e o dono roçando. Este foi um dos cenários disponíveis para o grupo Sintonia com a Natureza, no interior de Engenho Velho, em Jacinto Machado. Neste sábado, dia 29, o objetivo coletivo era chegar até o alto do Morro Carasal. A trilha de três quilômetros durou pouco mais de duas horas na subida e menos de uma na descida. Passaram por um potreiro, por percursos que se caminha sem esforço e trechos que exigem o esforço dos braços e o apoio das plantas para superá-los.

É normal ventar muito no local que tem como ponto mais alto 986 metros de altitude. Quando o vento está forte não é fácil manter os dois pés nos carreiros que conduzem aos diversos pontos que proporcionam uma visão panorâmica de 360º. De onde lado é possível visualizar o Oceano Atlântico e do outro os cânions Fortaleza, Leão e Rio Seco. Não choveu recentemente para retirar do ar a fumaça das queimadas que atrapalhou a visão do mar na direção de Sombrio e de Torres. Porém, isso não impediu que os trilheiros curtissem as belezas dos vales, precipícios e paredões da Serra Geral.

O acesso passa pela propriedade particular de Lídio Mendes da Silva, dono da pousada Recanto da Fortaleza. A casa com espaço para acolher dez pessoas foi construída para receber amigos e com o tempo tornou-se uma fonte de renda. Romeu Preis, morador da Linha Eyng, de Forquilhinha, aproveitou a hospedagem. “Esta é primeira trilha da vida que faço, apesar de já ter 58 anos e ter amizade antiga com pessoas do grupo. Me senti muito bem e gostei da experiência. O sol me faz sofrer, mas não estava forte e parte do caminho tem a proteção da vegetação”, comentou Preis.

Etimologicamente carazinho deriva da palavra caraí-mirim, na língua tupi-guarani. Traduzida significa pequeno riacho ou arroio na clareira do mato. “O Morro Carasal recebeu este nome porque tinha muito carazinho, que para nós, era tipo uma taquarinha. As queimadas acabaram com essa planta. Este morro já teve uns trinta nomes. Uns chamam Morro Pelado, outros, Baixada dos Mendes, mas onde que vai ter baixada lá?”, explicou Silva.

A pousada Recanto da Fortaleza, distante 22 quilômetros do centro de Jacinto Machado, está disponível para quem busca a simplicidade e o sossego do campo. Contato pelo Instagram: @pousadarecantodafortaleza.

Ana Lúcia Pintro/Professora Matemática (Criciúma e Cocal do Sul)/Acadêmica de Jornalismo (SATC)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Içara | Estudantes enviam mensagens de apoio para profissionais do Hospital São Donato

A primavera chegou diferente no Hospital São Donato. As flores que rodearam a entidade nesta quarta-feira foram produzidas pelas pequenas mãos dos estudantes da...

Auxílio Emergencial começa a ser pago a beneficiários do Bolsa Família

Até 30 de setembro, 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família irão receber a primeira das quatro parcelas do lote residual do Auxílio Emergencial....

Onça-pintada é tratada com células-tronco e se recupera

Uma onça-pintada batizada de Amanaci, uma das incontáveis vítimas dos piores incêndios já registrados no Pantanal, está sendo tratada com injeções de células-tronco que...

Aumento de vagas de trabalho apontam para retomada gradual da economia

“Setores de saúde, tecnologia, vendas e gestão de pessoas lideram as ofertas de vagas no mercado de trabalho”. Desde o início da pandemia causada pelo...