Transporte público coletivo retornou, com restrições no município de Garopaba

A Prefeitura Municipal de Garopaba, por meio do Decreto Nº 137, de 9 de junho de 2020, publicado na segunda-feira, às 15hs, informou que na terça-feira (16) os ônibus de transporte coletivo urbano municipal retornam suas atividades em Garopaba.

De acordo com o decreto, fica estabelecido a limitação de entrada de pessoas no transporte coletivo de 50% da capacidade de passageiros. Além disso, fica proibido, até 30 de julho de 2020, a utilização do transporte coletivo urbano municipal de pessoas maiores de 60 anos, e por portadores de doenças incluídas pela Organização Mundial de Saúde como membro do grupo de risco da Covid-19.

Continua suspenso até o dia 2 de agosto o transporte interestadual e internacional de passageiros público ou privado. Sobre as aulas, o município seguirá o decreto estadual, que visa o retorno das aulas na rede pública e privada para o mês de agosto. O ensino superior pode retornar com as aulas presenciais no dia 6 de julho.

Fonte: Prefeitura de Garopaba

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Forquilhinha recebe o certificado TOP 100 Destinos Sustentáveis da Green Destination

A certificação TOP 100 Sustainable Destinations 2020 (TOP 100 Destinos Sustentáveis 2020) foi entregue ao município de Forquilhinha pela fundação Green Destination. Nove cidades...

FLORIANÓPOLIS | SHRBS contesta anúncio do cancelamento do Réveillon oficial da capital

Um evento que divulga a cidade, além de atrair um enorme público durante o auge da temporada, o Réveillon oficial de Florianópolis não deveria...

AGRONEGÓCIO | Fruticultores recebem assistência técnica e gerencial para ampliar produtividade em SC

"Programa do Senar atende 180 produtores do Sul, Planalto Norte e Meio Oeste. Cultivo de pera, banana, uva, maçã, maracujá e pitaya são destaques...

Ginecologista de Florianópolis é condenado por crimes de violação sexual mediante fraude contra paciente

Vítimas sofreram abusos durante consultas de rotina. MPSC recorreu da condenação a oito anos de prisão em regime semiaberto. Um médico ginecologista, denunciado pelo Ministério...