Traficantes que exploravam delivery de drogas recebem mais de 90 anos de reclusão

O juiz Geraldo Corrêa Bastos, titular da 1ª vara Criminal da comarca de Lages, condenou 10 réus pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico na região meio-oeste. As penas somadas ultrapassam 90 anos de reclusão.

O magistrado é cooperador no programa APOIA, instituído pela Corregedoria-Geral da Justiça com o objetivo de viabilizar o julgamento das demandas que integram o acervo excedente de processos judiciais acumulados na Justiça de primeiro grau. Por essa razão, julgou processo da comarca de Santa Cecília.

Ao todo, foram denunciadas 14 pessoas – nove homens e cinco mulheres. Quatro réus receberam absolvição. Eles foram acusados de integrar organização que comercializava entorpecentes de diversos tipos na região, com atuação mais forte nos municípios de Santa Cecília, Ponte Alta do Norte, Fraiburgo e Videira. Geralmente, a droga era trazida do litoral para ser vendida nessas cidades. Os integrantes do grupo comercializavam em casa e entregavam diretamente aos usuários.

A maior pena aplicada foi de 13 anos de reclusão. Em seguida, 11 e 10 anos. Outros quatro réus foram condenados a nove anos. Dois dos acusados a cinco e três anos de reclusão. Entre os réus absolvidos estão três mulheres e um homem.

TJSC
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI

ÚLTIMAS NOTÍCIAS