Tenda Literária movimenta a Barra de Ibiraquera neste final de semana, em Imbituba

Uma onda de cultura e conhecimento nas praias de Imbituba é o que promete a Tenda Literária. O evento, que está na quinta temporada, terá duas edições no mês de fevereiro neste verão 2020, nos dias 08 e 09 na Barra de Ibiraquera e nos dias 15 e 16 na Praia de Itapirubá (janela aberta Norte ou Sul).

O espaço cultural terá livros à disposição, contação de histórias, sarau musical, além de apresentações artísticas e culturais, com a participação dos escritores e poetas. Toda a população é convidada a participar. O evento também apresenta os atrativos para a temporada de visitação das Baleias Franca, durante o inverno.

A Tenda recebe a oportunidade ímpar de dialogar com a comunidade, num espaço cultural idealizado pela Biblioteca Pública Municipal Cônego Itamar Luiz da Costa, via Diretoria de Cultura da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEDUCE).

Para a Secretaria Cristiane Tokarski Espezim (SEDUCE), a Tenda Literária consolida a continuidade de um projeto que possibilitou a ampliação dos índices de leitura em Imbituba, conforme dados coletados pela Biblioteca Pública Municipal. E pensando em atender gostos diversificados a tenda apresenta um acervo selecionado.

A grande novidade deste ano é a divulgação do Projeto “Difusão da Literatura Brasileira na Tenda Literária: um banho de cultura nas praias de Imbituba, SC”, proposto pela Prefeitura de Imbituba, um Projeto em execução pelo Governo do estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura∕Patrimônio Cultural – Edição 2019.

Nesta oportunidade, a Prefeitura cumpre parte da sua contrapartida social do Projeto com a realização da “Roda de Conversa Difusão da Literatura Brasileira na Tenda Literária”, que será conduzida pelos curadores Ailton Pereira Junior, Arlindo Rodrigues da Silva, Lorraine Amorim Corrêa e Mateus Pinho Bernardes.

Que pesquisaram, mapearam e selecionaram exclusivamente obras da literatura brasileira traduzidas para o espanhol e inglês, nos seguintes gêneros: contos, poemas, crônicas, romances, novelas, biografias, ensaios, dentre outros gêneros literários. A conversa é aberta e apresenta os desafios desta curadoria e suas implicações no mercado editorial no Brasil. Revelando, por exemplo, a representatividade da mulher brasileira neste contexto.

Esta edição vai contar com a participação do GT Santa Catarina da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, que promoverá um diálogo de aproximação com os presentes. E também com o MercadIM, um mercado do fazer criativo, que estimula o turismo por meio da economia criativa na Rota da Baleia Franca estará presente nesta edição com Isabella Torquato.

Outra criativa que marca presença no evento é a Malu Soares, da Na Fila do Pão, que trabalha com a produção artesanal de pães de fermentação natural. Que utiliza ingredientes orgânicos e de pequenos produtores. Malu reforça que “Nosso fermento tem como base a mandioca, visando fortalecer a identidade cultural da nossa cidade e resgatar a memória dos engenhos de farinha, atividade que foi o meio de subsistência para muitas famílias da região. Nossos pães buscam conciliar boa alimentação, sabor e conexão com nossas raízes.”

Já no domingo, a Ecosurf convoca os moradores e turistas às 15h30 para uma ação diferenciada, onde conduzidos pelo Coletivo TaiáTerra poderão experimentar uma vivência sensitiva na “Trilha do Caminho do Rei” e neste mesmo trajeto levarão consigo o lixo que encontrarem pelo caminho. São apenas 12 vagas, a atividade é inclusiva e todos estão convidados. Os condutores recomendam levar na trilha: repelente, roupas leves, calça e camisas longas que protegem de arranhões; sapatos adequados, fechados e com sola não escorregadia; chapéu ou boné, protetor solar e óculos escuros; garrafas com água conforme a necessidade de cada um, capa para chuva e lanche.

Nesta edição do evento o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) divulga o Procult à comunidade. Procult é o Programa Municipal de Incentivo à Cultura que propicia aos artistas de Imbituba apoio para viabilizar projetos culturais, onde a Prefeitura de Imbituba por meio de renúncia fiscal valoriza e promove a cultural local.

A Tenda Literária possibilita levar cultura e informação à sociedade, afirma Gláucia, bibliotecária e coordenadora do projeto, que agradece a todos os envolvidos na organização do evento.

Como funciona?

Tanto os turistas quanto a comunidade residente em Imbituba poderão realizar o empréstimo de livros. Para efetuar empréstimo de livros é preciso apresentar na Tenda documento de RG ou CPF e ao final do dia devolver o livro. Para efetuar o cadastro de leitor, para quem reside em Imbituba, basta apresentar comprovante de residência atual na cidade em nome próprio, ou nome dos responsáveis; RG; CPF e uma foto 3×4. Para imbitubenses é possível emprestar até três livros por 15 dias, que podem ser renovados via whatsapp, telefone, internet e presencialmente na Biblioteca. Um dos objetivos da Tenda é aproximar e facilitar o acesso aos recursos que a biblioteca oferece.

Com informações do Portal A Hora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alta de casos da covid faz Paraná adotar toque de recolher à noite; medida funciona?

O governo do Paraná impôs toque de recolher noturno na região leste do Estado em resposta à escalada de casos de covid-19 que sobrecarrega...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Lei Aldir Blanc: comissão discute terceiro edital

A comissão responsável pelos recursos da Lei Aldir Blanc se reuniu essa semana para discutir as regras do terceiro edital, que trata da produção...

Mais de 20% das crianças estudam em escolas sem saneamento básico

Mais de 20% das crianças matriculadas em creches ou em pré-escolas do Brasil estudam em instituições de ensino sem saneamento básico. O pior cenário...