Tchau, sedentarismo: especialistas ensinam como ter vontade de se exercitar

O sedentarismo é, em síntese, a falta ou ausência de atividades físicas no dia a dia. Esse estilo de vida prejudica a saúde e aumenta as chances do surgimento de doenças. No Brasil, cerca de 40,3% dos adultos são considerados sedentários, ou seja, pessoas que são insuficientemente ativos, de acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o ideal é realizar no mínimo, 150 minutos semanais de exercícios moderados ou 75 minutos dos mais vigorosos. A entidade diferencia atividade e exercício físico. O segundo são passos orientados, montados ou estruturados para aumentar ou melhorar a saúde como um todo, enquanto o primeiro é qualquer movimento que gaste energia do corpo.

CATARINA LOIOLA

Imagem: Ilustração

ÚLTIMAS NOTÍCIAS