Uma situação um tanto intrigante foi registrada neste domingo, 03. Um lote do leite integral Terra Viva, exclusivo para merenda escolar, foi visto sendo vendido em um Supermercado, localizado no bairro Mina União em Criciúma.

Em entrevista ao Portal Jornal dos Bairros, o gerente administrativo do Supermercado, disse que o fornecedor do Leite Terra Viva, é vendedor há muito tempo. Nós compramos cinco paletes fechados, que dá em torno de 450 litros de leite. Toda a carga vai para o nosso deposito e depois levado para as prateleiras. Nós da direção só ficamos sabendo que era leite proibido a venda, depois que um cliente postou nas redes sociais neste domingo, 03, salienta.

De acordo com informações, um inquérito será instalado para a apuração do caso e explicação. A rede de supermercados emitiu na tarde deste domingo, 03, abaixo você confere na íntegra:

O Supermercado alinhado a boa conduta e transparência em suas relações, assim que tomou ciência do conteúdo constante na embalagem do produto leite terra viva, providenciou a retirada imediata das mercadorias até um esclarecimento por parte do fornecedor.

Infelizmente, não observamos a restrição que consta na embalagem quando da entrada da mercadoria, considerando o volume de entradas que ocorrem diariamente.

Ademais, em contato com o fornecedor, este argumentou que houve erro na hora de expedir a mercadoria enviada, haja vista que nos enviaram produtos que seriam destinados a órgãos públicos, objetos de licitação.

O produto não é impróprio para consumo, portanto, a descrição ali constante apenas restringe a comercialização considerando a destinação específica do lote de produção, todavia, caso algum consumidor se sinta lesado de alguma forma, pedimos que apresente o cupom fiscal para que o supermercado providencie o reembolso ou substituição do produto por outro semelhante.

Por fim, renovamos nosso compromisso com a transparência e verdade, pedindo desculpas pelo ocorrido, nos colocando à disposição para qualquer esclarecimento adicional.