SP: corpos são trocados em hospital e família enterra homem errado

Dois corpos foram trocados no Hospital Bom Samaritano em Artur Nogueira (SP) e a família de Braz Inácio Coelho, de 61 anos, enterrou outra pessoa no lugar do parente na última quinta-feira (15). As informações são do UOL.

A família estranhou o fato do caixão estar lacrado como se Braz tivesse morrido de Covid-19, porém ele não contraiu a doença. A pessoa que foi enterrada no lugar foi Adão dos Santos, de 55 anos, e morador de  Santo Antônio da Posse (SP), distante 30 km de Arthur Nogueira.

Após descobrirem a troca, os corpos foram desenterrados e sepultados nas cidades corretas. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar os responsáveis pelo ato.

Em nota, o Hospital Bom Samaritano disse que “o manejo de corpos feito no hospital atende rigorosamente os protocolos de saúde, em especial, de casos confirmados de Covid-19, que ficam separados dos demais, não havendo nenhuma negligência ou erro por parte do hospital”.

Reportagem: Da redação da ISTOÉ

ÚLTIMAS NOTÍCIAS