SP: Conselheira tutelar é morta a tiros na frente do filho de 11 anos

A advogada e conselheira tutelar Lucia Helen Vaz de Sousa, de 42 anos, foi morta a tiros na terça-feira (22) em São Paulo (SP). Ela foi atingida por três disparos na frente do filho, de 11 anos. Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o carro dela foi interceptado por outro veículo, ainda não identificado. As informações são do jornal Agora.

Ainda de acordo com a SSP, três homens encapuzados estavam no veículo. Um deles retirou a vítima do carro e outro efetuou os disparos contra a mulher. O trio fugiu levando a bolsa da vítima. A Polícia Militar e o Samu foram acionados, mas a mulher morreu no local. Não há informações sobre o garoto.

O caso foi registrado como homicídio no 73º DP (Jaçanã), mas será investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, responsável pelos conselhos tutelares de São Paulo, disse em nota ao jornal Agora que pediu o “máximo rigor nas investigações, e vai acompanhar com atenção o trabalho policial”.

Com informações da redação da ISTOÉ

ÚLTIMAS NOTÍCIAS