InícioNotíciasSepagri alerta para aumento de casos de maus-tratos e abandono de animais...

Sepagri alerta para aumento de casos de maus-tratos e abandono de animais e destaca medidas adotadas

Secretaria de Pesca e Agricultura (Sepagri), através da Gerência do Bem-Estar Animal, traz à tona um problema crônico enfrentado não só por Laguna, mas por muitas cidades da região: o abandono e maus-tratos de animais.

Algo recorrente, o tema tem chamado a atenção das autoridades, principalmente pelo significativo aumento de casos de abandonos atendidos pela pasta nos últimos meses.

“Estamos enfrentando um sério problema em nossa cidade com o aumento alarmante dos casos de maus-tratos e abandono de animais. É importante ressaltar que maltratar animais é crime, e o abandono pode resultar em pena de até cinco anos de prisão, sem direito à fiança”, alerta o secretário Dener Vieira.

Nesse sentido, a Gerência do Bem-Estar Animal tem atuado para atender à crescente demanda e destaca as ações concretas que vêm sendo tomadas para combater essa situação.

Números de atendimentos e ações realizadas:

Durante os últimos onze meses, a Gerência tem trabalhado para atender os casos. Veja alguns números:

Denúncias: ao todo, já foram registradas 329 denúncias de maus-tratos e abandono de animais no período de onze meses. Isso equivale a uma média de 30 denúncias por mês, indicando um aumento significativo nesse tipo de ocorrência.

Atendimentos: foram realizados um total de 329 atendimentos a animais em situações de risco. Dentre esses, 277 eram cães e 52 felinos. Esta média é de aproximadamente 30 atendimentos por mês.

Castrações: a campanha de castração tem sido fundamental para o controle da população animal. Foram realizadas 1.115 castrações, incluindo 23 pitbulls, durante um mutirão de onze dias de trabalho.

Outros atendimentos veterinários: além das castrações, também foram oferecidos serviços veterinários abrangentes. Entre outubro de 2022 e maio de 2023, foram 140 castrações, 19 hemogramas, 19 raios-x, 12 ultrassonografias, 9 testes FIV/FELV, 24 consultas e 31 diárias, totalizando 114 atendimentos.

Aplicação de vacinas: como contribuição para a saúde pública animal, foram administradas um total de 600 vacinas em 2023. Destas, 400 foram da V7 e 200 contra raiva em parceria com a Solpra.

‘Programa Primeiros Cuidados – Veterinários pela Gerência’: o programa já realizou mais de 1.050 atendimentos, uma média de 210 por mês. Além disso, foram feitos testes de cinomose (20) e FIV/FELV (8).

Banco de ração: um total de 21.960 kg de ração para alimentação de animais carentes já foram distribuídas.

Atenção para o alto índice de animais atropelados:

Além dos problemas de maus-tratos e abandono, enfrentamos um alto índice de animais atropelados nas avenidas e na rodovia Ageu Medeiros. Também houveram casos de animais que realizaram mordeduras em civis. Os que foram capturados receberam cuidados, foram castrados e encaminhados para lares temporários. “É preocupante notar que a maioria desses animais são jovens, indicando que foram recentemente abandonados”, lamenta Dener.

Ação Conjunta – Pedimos a sua colaboração:

Agora, mais do que nunca, precisamos da sua colaboração para combater essa situação alarmante. Aqui estão algumas maneiras de ajudar:

Denuncie: se presenciar casos de maus-tratos ou abandono de animais, denuncie às autoridades locais imediatamente ou entre em contato conosco pelo telefone: (48) 3644-0013 ou pelo e-mail: bemestaranimal@laguna.sc.gov.br

Adoção responsável: considere adotar um animal de estimação de um abrigo ou associação de proteção animal.

Eduque-se: aprenda sobre a importância da castração e da educação dos animais de estimação para evitar o abandono.

Voluntarie-se: junte-se a grupos locais de proteção animal e ofereça seu tempo ou recursos para ajudar os animais necessitados.

Conscientize: compartilhe informações sobre a importância da responsabilidade dos donos de animais de estimação com amigos e familiares.

Estamos comprometidos em enfrentar essa situação e garantir um futuro melhor para nossos amigos de quatro patas. Para obter uma visão geral completa dos números, consulte a tabela abaixo:

Atendimento/ Ação Total
Denúncias (11 meses) 329
Atendimentos (11 meses) 329
Castrações (Mutirão Castra-bus) 1029
Castrações (Auspets) 140
Aplicação de vacinas 600
Programa Primeiros Cuidados 1050
Banco de Ração 21.960 kg
Atendimentos Clínica Vital 65

Agora você pode registrar o crime de maus-tratos contra animais pela internet. O novo serviço da Polícia Civil de Santa Catarina permite que você faça o registro sem sair de casa.

Acesse aqui a Delegacia Virtual de Proteção Animal

O que é considerado crime de maus-tratos?

É a prática de qualquer ato que cause dor ou sofrimento a animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, como:

  • Ferir, mutilar, envenenar ou fazer rinha
  • Zoofilia
  • Abandono de animais
  • Não dar comida ou água diariamente
  • Manter em locais pequenos sem higiene e/ou circulação ou manter o animal desprotegido de condições climáticas
  • Causar sofrimento através de métodos de punição com intuito de treinar ou exibir o animal
  • Negar assistência veterinária

Qual a pena para o crime?

Os indivíduos que cometerem crimes contra animais poderão pegar pena de reclusão, além de multa e proibição da guarda do animal.

Os crimes cometidos contra gatos ou cães podem gerar pena de 2 a 5 anos. Já contra outros animais, de 3 meses a 1 ano.

Municipio de Laguna