Senar promove 189 treinamentos gratuitos em novembro no Estado

Para auxiliar o desenvolvimento da produção sustentável, da competitividade e dos avanços sociais no campo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), promove em novembro 189 treinamentos gratuitos de curta duração em 88 municípios. Em parceria com os Sindicatos Rurais, os cursos contemplam mais de 4.000 produtores e buscam fomentar o conhecimento e aumentar a produtividade dos trabalhadores rurais. São qualificações que ensinam técnicas para melhorar a gestão das propriedades e a desenvolver atividades de complementação de renda, como artesanato, confeitaria, produção caseira de alimentos, processamento de carnes e cultivo de plantas medicinais. A formação também engloba inclusão digital, operação e manutenção de máquinas agrícolas, turismo rural e organização dos estabelecimentos.

De acordo com o presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, devido à pandemia, desde julho a oferta dos cursos está reduzida no Estado e só acontece nos municípios em que há autorização local. Todos os treinamentos seguem as medidas de prevenção determinadas pelos órgãos de saúde. “Os cursos são importantes para ampliar a produtividade, repassar novas técnicas e incentivar a inovação dentro das propriedades. Por isso é essencial que eles continuem acontecendo, com todos os cuidados e segurança possíveis. Nossa proposta é gerar conhecimento e oportunidades para melhorar a qualidade de vida no meio rural”. Em Santa Catarina, são 500 mil produtores rurais e 183 mil propriedades.

Para o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, as qualificações são fundamentais para o fomento do agronegócio catarinense. “São cursos mensais realizados em todas as regiões do Estado e que complementam o conhecimento dos produtores e ensinam novas formas de melhorar e ampliar as atividades. Eles fortalecem a agricultura familiar e as cadeias produtivas”, observa.

Os interessados nos treinamentos devem procurar o Sindicato Rural do seu município para inscrições. As capacitações estão disponíveis no site do Senar/SC (www.senar.com.br), com especificação de carga horária, local e data.

PROGRAMAÇÃO DE NOVEMBRO

O oeste catarinense receberá 14 cursos em nove municípios. Destaque para treinamentos sobre Motosserra – Operação e Manutenção no Corte de Árvores (Concórdia, 3 a 5), Bordado com Patchcolagem (Alto Bela Vista, 3 a 5; Ipumirim 23 a 25), Produção Caseira de Massas para Congelamento (Itá, 9 e 10) e Soldador – Arco Elétrico com Eletrodo Revestido (Xanxerê, 18 e 19).

No extremo oeste, serão 21 cursos em 10 municípios. Os treinamentos destaques são sobre Ensilagem (São Bernardino, 25), Emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Produtor Rural (Riqueza, 11 e 12; Caibí, 24), Prevenção de Doenças Crônicas (Cunha Porã, 24), Meliponicultura (Novo Horizonte, 9 e 10) e Fruticultura- Manejo do Pomar (São Lourenço do Oeste, 11 e 12).

Entre os 29 treinamentos em 13 municípios do meio oeste estão: Artesanato em Tear com Lã de Ovelha (Salto Veloso, 3 a 6), Processamento de Carne Suína (Treze Tílias, 9 e 10) e de Frango (Água Doce, 12 e 13), Empreendedorismo Rural (Caçador, 25 e 26), Criação de Abelha Rainha (Capinzal, 16 e 17) e Aproveitamento Integral de Alimentos (Lebon Régis, 10 e 11).

O norte catarinense receberá 40 cursos em 13 municípios, entre eles: Produção Caseira de Pães e Biscoitos (Campo Alegre, 11 a 13), Microtratores – Operação e Manutenção (Joinville, 3 e 4), Cultivo Hidropônico de Hortaliças (Mafra, 3 e 4), Floricultura (Monte Castelo, 9 e 10) e Confeitaria (São Bento do Sul, 19 e 20).

A região do planalto serrano receberá 30 cursos em 15 localidades. Destaque para as capacitações sobre Proteção de Nascentes (Bom Jardim da Serra, 23), Boas Práticas de Manipulação de Alimentos para Agroindústrias (Bocaina do Sul, 3 e 4), Preparo de Bovinos de Leite e Corte para Leilões e Exposições (Campo Belo do Sul, 23 e 24) e Produção de Pólen Apícola (Palmeira, 18 e 19).

O sul terá 29 treinamentos em 16 municípios, entre eles: Rédeas (Araranguá, 23 a 27), Culinária de Peixes e Frutos do Mar (Governador Celso Ramos, 16 e 17; São José, 23 e 24), Doma Racional de Equídeos (Criciúma, 16 a 20), Conservas de Frutas, Hortaliças e Temperos (Siderópolis, 23 e 24) e Artesanato com Pintura (Turvo, 9 a 12).

A região do vale do Itajaí contará com 26 cursos em 12 municípios, entre eles: Tratores Florestais – Operação e Manutenção (Ituporanga, 16 a 18), Segurança e Saúde no Trabalho com Agrotóxicos (Jaraguá do Sul, 9 a 11), Beneficiamento e Conservação de Pescado (Massaranduba, 12 e 13) e Conservação do Solo (Guaramirim, 19 e 20).

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alta de casos da covid faz Paraná adotar toque de recolher à noite; medida funciona?

O governo do Paraná impôs toque de recolher noturno na região leste do Estado em resposta à escalada de casos de covid-19 que sobrecarrega...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Lei Aldir Blanc: comissão discute terceiro edital

A comissão responsável pelos recursos da Lei Aldir Blanc se reuniu essa semana para discutir as regras do terceiro edital, que trata da produção...

Mais de 20% das crianças estudam em escolas sem saneamento básico

Mais de 20% das crianças matriculadas em creches ou em pré-escolas do Brasil estudam em instituições de ensino sem saneamento básico. O pior cenário...