Senar promove 173 treinamentos gratuitos em outubro no Estado

Para auxiliar o desenvolvimento da produção sustentável, da competitividade e dos avanços sociais no campo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), promove em outubro 173 treinamentos gratuitos de curta duração em 76 municípios. Em parceria com os Sindicatos Rurais, os cursos contemplam mais de 4.000 produtores e buscam fomentar o conhecimento e aumentar a produtividade dos trabalhadores rurais. São qualificações que ensinam técnicas para melhorar a gestão das propriedades e a desenvolver atividades de complementação de renda, como artesanato, confeitaria, produção caseira de alimentos, processamento de carnes e cultivo de plantas medicinais. A formação também engloba inclusão digital, operação e manutenção de máquinas agrícolas, turismo rural e organização dos estabelecimentos.

De acordo com o presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, devido à pandemia, desde julho a oferta dos cursos está reduzida no Estado e só acontece nos municípios em que há autorização local. Todos os treinamentos seguem as medidas de prevenção determinadas pelos órgãos de saúde. “Os cursos são importantes para ampliar a produtividade, repassar novas técnicas e incentivar a inovação dentro das propriedades. Por isso é essencial que eles continuem acontecendo, com todos os cuidados e segurança possíveis. Nossa proposta é gerar conhecimento e oportunidades para melhorar a qualidade de vida no meio rural”. Em Santa Catarina, são 500 mil produtores rurais e 183 mil propriedades.

Para o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, as qualificações são fundamentais para o fomento do agronegócio catarinense. “São cursos mensais realizados em todas as regiões do Estado e que complementam o conhecimento dos produtores e ensinam novas formas de melhorar e ampliar as atividades. Eles fortalecem a agricultura familiar e as cadeias produtivas”, observa.

Os interessados nos treinamentos devem procurar o Sindicato Rural do seu município para inscrições. As capacitações estão disponíveis no site do Senar/SC (www.senar.com.br), com especificação de carga horária, local e data.

PROGRAMAÇÃO DE OUTUBRO

O oeste catarinense receberá 10 cursos em sete municípios. Destaque para treinamentos sobre Organização da Propriedade Rural – Programa 5S (Abelardo Luz, de 2 a 5), Operação e Manutenção de Roçadeira (Concórdia, 19 e 20), Artesanato de Bordado (Ipumirim, 21 a 29) e Fluxo de Caixa da Atividade Rural (São Domingos, 22).

No extremo oeste, serão 20 cursos em 10 municípios. Os treinamentos destaques são sobre Criação de Abelha Rainha (Novo Horizonte, 20 e 21), Fruticultura – Manejo do Pomar (São Lourenço do Oeste, 26 e 27), Bordados em Chinelos (Palma Sola, 14 e 15) e Emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Produtor Rural (São Carlos, 9; Caibi, 15).

Entre os 23 treinamentos em 11 municípios do meio oeste estão: Beneficiamento e Conservação de Pescado (Treze Tílias, 8 e 9), Confeitaria (Água Doce, 13 e 14), Meliponicultura (Jaborá, 6 e 7) e Controle de Qualidade no Transporte do Leite (Videira, 21).

O norte catarinense receberá 49 cursos em 12 municípios, entre eles: Derivados de Leite (Campo Alegre, 13 e 14), Rédeas (Bela Vista do Toldo, 5 a 9), Olericultura Orgânica (Mafra, 5 e 6), Criação de Bezerras e Novilhas (Monte Castelo, 5 e 6; Papanduva, 21 e 22) e Conservação do Solo (Rio Negrinho, 19 e 20).

A região do planalto serrano receberá 29 cursos em 12 localidades. Destaque para as capacitações sobre Instalação e Manutenção de Redes Elétricas (Alfredo Wagner, 21 e 22), Aumento da Produtividade do Mel (Anita Garibaldi, 13 e 14; Cerro Negro, 15 e 16), Produção e Manejo de Ovinos (Palmeira, 22 e 23), Segurança e Saúde no Trabalho com Agrotóxicos (São Joaquim, 21 a 23) e Proteção de Nascentes (Urubici, 30).

O sul terá 14 treinamentos em 10 municípios, entre eles: Doma Racional de Equídeos (Araranguá, 5 a 9), Culinária de Peixes e Frutos do Mar (Biguaçu, 26 e 27), Conservas de Frutas, Hortaliças e Temperos (Governador Celso Ramos, 8 e 9) e Artesanato com Pintura (Turvo, 5 a 8; Anitápolis, 6 a 9; Forquilhinha, 13 a 16; Timbé do Sul, 26 a 29 e Jaguaruna, 27 a 30).

A região do vale do Itajaí contará com 28 cursos em 14 municípios, entre eles: Irrigação – Aplicações, Manejo e Fertirrigação (Navegantes, 27 e 28), Bordado com Patchcolagem (Guaramirim, 19 a 21), Primeiros Socorros (Massaranduba, 19 e 20; 21 e 22), Produção de Frangos e Ovos Caipiras (Rio do Sul, 5 a 7).

Fonte: MB Comunicação Empresarial/Organizacional

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FLORIANÓPOLIS | SHRBS contesta anúncio do cancelamento do Réveillon oficial da capital

Um evento que divulga a cidade, além de atrair um enorme público durante o auge da temporada, o Réveillon oficial de Florianópolis não deveria...

AGRONEGÓCIO | Fruticultores recebem assistência técnica e gerencial para ampliar produtividade em SC

"Programa do Senar atende 180 produtores do Sul, Planalto Norte e Meio Oeste. Cultivo de pera, banana, uva, maçã, maracujá e pitaya são destaques...

Ginecologista de Florianópolis é condenado por crimes de violação sexual mediante fraude contra paciente

Vítimas sofreram abusos durante consultas de rotina. MPSC recorreu da condenação a oito anos de prisão em regime semiaberto. Um médico ginecologista, denunciado pelo Ministério...

Empresas podem destinar até 4% do imposto devido a projetos culturais

"Segunda live da série que o Fundo Social da FIESC realiza até novembro detalha como parte do imposto de renda devido por empresas pode...