Saudade : Autor da chacina em creche de SC agiu sozinho, mas sofreu influência na internet

Em entrevista coletiva na manhã de sexta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina informou que concluiu o inquérito sobre a chacina na creche em Saudades, onde um rapaz de 18 anos matou três crianças e duas professoras no dia 4 deste mês.

O delegado da Comarca de Pinhalzinho, Jeronimo Marçal Ferreira, responsável pelas investigações, disse que Fabiano agiu sozinho, mas foi influenciado por outras pessoas na internet.

Fabiano tinha acesso a muito conteúdo inapropriado e “contato com pessoas com pensamentos e sentimentos ruins”, disse o delegado. “Não descarto a possibilidade [dele acessar a deep web], mas nada de concreto apareceu na investigação neste sentido”, explica Ferreira.

Apesar deste contato com outras pessoas, as investigações apontam que ele agiu sozinho. “Não há qualquer indicativo de que alguém tenha auxiliado, nada neste sentido. Ele agiu sozinho o tempo todo. […] Ele admitiu que planejou tudo e agiu sozinho”, afirma o delegado.

As investigações apontam que ninguém na família, da escola onde estudou ou do trabalho tinha ideia de que Fabiano poderia fazer o que fez. “Nunca exteriorizou nada”, disse o delegado.

Fabiano Kipper Mai, autor da chacina em Saudades.

Foto: Jornal A Sua Voz.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS