São Paulo começa a vacinar pessoas entre 34 e 30 anos

A cidade de São Paulo começa a vacinar pessoas entre 30 e 34 anos. Esse último grupo será imunizado na segunda (19); na terça (20), será a vez das que têm 33 anos e, na quarta (21), as de 32 anos. O público estimado entre os três grupos é de 435 557 paulistanos.

Na quinta (31 anos) e na sexta (30 anos), outro grupo, que representa 305 000 cidadãos, também será imunizado. O dia seguinte, um sábado, será reservado para a repescagem dessas pessoas.  Também poderão ser vacinadas nesse dia que faz parte dos demais grupos já abertos para a imunização.

Para saber se há filas e como está o funcionamento dos postos de vacinação, as pessoas podem entrar no site da prefeitura chamado De Olho na Fila.

Na hora de tomar a vacina, é preciso apresentar um documento pessoal, de preferência o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), e um comprovante de residência, que pode ser físico ou digital. Se não houver um no próprio nome da pessoa, podem ser usados comprovantes em nome do cônjuge, companheiro e de pais e filhos, desde que apresentado também um documento comprovando parentesco ou estado civil, como carteira de identidade, certidão de nascimento ou de casamento ou escritura de união estável.

Antes de se vacinar, a prefeitura recomenda que as pessoas façam o pré-cadastro no site Vacina Já, que agiliza o tempo de atendimento nos postos de vacinação.

A lista completa de postos pode ser encontrada no Vacina Sampa.

Na sexta (16), a campanha de vacinação contra a covid-19 na cidade de São Paulo ultrapassou 71% de cobertura vacinal em primeira dose na população com mais de 18 anos. Essa porcentagem corresponde a quase  6,6 milhões de pessoas e inclui também as pessoas que tomaram a vacina de dose única. A cobertura vacinal de duas doses, no entanto, está em 23,7%.

A prefeitura alerta que, apesar da maior parte da população já ter tomado ao menos a primeira dose da vacina, a pandemia de covid-19 ainda não está controlada. Por isso, é importante que a população continue usando máscaras de proteção e evitando aglomerações.

Também é importante que as pessoas não se esqueçam de completar o esquema vacinal, tomando as duas doses de imunizante (desde que a vacina não tenha sido a da Janssen, aplicada em dose única).

Reportagem: Redação Veja São Paulo

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS