São Joaquim decreta Situação de Emergência após o nível de água se tornar crítico

A cidade de São Joaquim, na Serra Catarinense decretou Situação de Emergência após o nível reservatório de abastecimento de água do município ficar em estado crítico, fazendo com que os motores de bombeamento sejam desligados consecutivas vezes por causa do baixo volume de água. O Decreto foi emitido na tarde da segunda (24).

O Alerta já foi dado neste último final de semana, quando houve o primeiro desligamento dos motores de bombeamento.
A CASAN, Companhia Catarinense de Águas e Saneamento responsável pelo abastecimento em São Joaquim trabalhou durante todo o final de semana fazendo o serviço de transposição de um lago (açude) da região do aeroporto para o Rio Antonina, de onde a água é captada, mas o volume do reservatório voltou a cair durante a madrugada fazendo com que que os motores de bombeamento fossem novamente desligados.

De acordo com Casan, a cidade de São Joaquim tem cerca de 6 mil ligações ativas de água e a Casan produz 4 milhões de litros por dia.

A Prefeitura de São Joaquim através do Prefeito Giovani Nunes, Defesa Civil e a CASAN se reuniram na tarde desta segunda-feira (24) para debater o assunto. Pois ações rápidas são necessárias diante da estiagem que aflige o município.

As chuvas não tem sido com grande intensidade e não há previsão de chuvas constantes para que o reservatório possa atingir o volume normal.

A Casan irá continuar com o trabalho de transposição de água de açudes próximas da bacia e já cogita a possibilidade perfuração de poços artesianos, no Aquífero Guarani, para evitar que o município de São Joaquim fique sem água.

Em relação à declaração de Situação de Emergência, em decorrência da estiagem, se esclarece que o registro deve ser relacionado a manter o serviço de fornecimento de água para consumo, evitando, dessa forma, o racionamento e os prejuízos na cultura agrícola.

Porém a População de São Joaquim deverá usar a água de forma consciente a fim de evitar um possível racionamento de água no município.

Dicas para economizar água

– Tome banhos mais breves;

– Feche a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba;

– Não lave a louça com água corrente: passe rapidamente água nas louças, ensaboe os pratos e utensílios. Abra a torneira apenas para enxaguar;

– Não lave roupa com água corrente;

– Só ligue a máquina de lavar louça ou a de lavar roupa com capacidade total: o consumo é igual se ela não estiver cheia.

– Não use água como vassoura. Em calçadas e áreas pavimentadas, primeiro varra a sujeira, depois lave com a utilização de um balde;

– Em épocas de estiagem evite lavar seu automóvel;

– Reaproveite a água usada na lavação de roupas para outros fins, como lavar calçadas;

– Regule a válvula de descarga: esse cuidado pode reduzir o consumo pela metade.

Com informações do site São JoaquimOnline

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Treviso: Esgoto a céu aberto é tema de indicação

Moradores do Loteamento Nova Esperança estão insatisfeitos com o esgoto a céu aberto. A população procurou o Legislativo e o tema motivou uma indicação...

95 municípios podem ter de realizar segundo turno nas Eleições Municipais de 2020

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 95 municípios com mais de 200 mil habitantes podem ter de promover um segundo turno de...

Réplica da primeira igreja matriz de Orleans, um local que ainda recebe visitantes

A primeira capela da cidade foi construída em 1886 pelo  comendador francês Joaquim Caetano Pinto Júnior. As telhas vieram da França, e possuía 4 janelas...

Polícia Civil prende suspeito de feminicídio e de homicídio de recém-nascido e localiza corpos das vítimas

Na terça-feira (22), a Polícia Civil, por intermédio do Setor de Investigações Criminais de Itapema, cumpriu um mandado de prisão temporária contra um investigado...