Santa Casa BH entrega medalha aos pacientes curados de COVID-19

Pensando em uma forma de homenagear as pessoas que “venceram” o novo coronavírus, o Grupo Santa Casa BH e o Hospital São Lucas estão entregando uma medalha com os dizeres “Eu venci a COVID-19” e um certificado de bravura aos pacientes que recebem alta após a internação pela doença.

“Essa é uma maneira que encontramos de comemorar as vitórias e destacar a importância de cada membro da equipe assistencial no enfrentamento à pandemia”, conta a gerente de comunicação do Santa Casa BH e uma das idealizadoras do projeto, Raquel Ratton.

Além da medalha e do certificado, ela conta que os hospitais também estão fazendo o “corredor” de aplausos.

O corredor dos aplausos também é parte das homenagens aos recuperadosO corredor dos aplausos também é parte das homenagens aos recuperados

A primeira entrega ocorreu na quarta-feira (8). O paciente Marlon Martins, que era do grupo de risco, recebeu a sua medalha. “Ele é um paciente que fez transplante de rim há seis anos, aqui na Santa Casa, e venceu a COVID-19… Foi uma dupla vitória”, contou Raquel.

O paciente Marlon Martins, do grupo de risco, recebeu sua medalha na quarta-feiraO paciente Marlon Martins, do grupo de risco, recebeu sua medalha na quarta-feira

Marlon diz que não esperava receber essa homenagem, mas que foi um momento marcante em sua história: “Fiquei muito feliz. É mais uma conquista para a minha vida. Eu só tenho a agradecer”.

Ele conta que foi à Santa Casa porque sentia dor de cabeça e, ao fazer os exames, descobriu que estava com a COVID-19. “Havia uma semana que eu estava com dor e calafrio. Vim para cá e comecei a fazer o tratamento. Graças a Deus, estou voltando para casa bem”, comenta.

Apesar de não ter sentido falta de ar, Marlon manda um recado para todos: “se cuidem, o coronavírus não é brincadeira. Quando você entra em tratamento, a conversa é outra”.

A gerente de comunicação da Santa Casa de BH conta que importância da homenagem é atemporal. “As pessoas vão mostrar essa medalha paraa os seus filhos, netos, como um momento histórico na vida: ele venceu essa doença”, explica Raquel.

Segundo ela, a ideia surgiu da “emoção de ver os pacientes recebendo alta”. “A gente fala que estamos vivendo uma guerra. E o momento de alta é a vitória dessa batalha.”

Grupo busca doadores de medalhas

As medalhas foram doadas pelas empresas Hobby Medals e Mix Cargo, que custearam a produção dos itens. Agora, o Grupo Santa Casa BH segue em busca de outros doadores que queiram apoiar essa iniciativa.

Os interessados podem entrar em contato pelo telefone (31) 3238-8621 ou pelo e-mail doacoes@santacasabh.org.br.

*Estagiária sob supervisão da subeditora Kelen Cristina

Colaboração: Ana Raquel Leles

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tenente que perdeu a noiva a caminho da igreja lança livro de superação

Pouco mais de um ano após perder a noiva a caminho da igreja, o tenente da Polícia Militar Flávio Gonçalves se emociona ao comentar...

Expectativa de vida dos catarinenses é de 79,9 anos, aponta IBGE

A expectativa de vida de um recém-nascido em Santa Catarina é a maior do Brasil: em média 79,9 anos. Os dados de 2019 são...

MUNDO | Índia produzirá mais de 100 milhões de doses de 1ª vacina russa

MOSCOU, 27 NOV (ANSA) – O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RDIF), responsável financeiro pelo desenvolvimento da vacina contra o novo coronavírus Sputnik V,...

FLORIANÓPOLIS | Governador Carlos Moisés, é absolvido em julgamento e continua no cargo

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), foi absolvido no tribunal especial de julgamento nesta sexta-feira (27). Com isso, ele retorna ao cargo. O...