Rota da Baleia-Franca atrai turistas na Praia do Rosa

“Pousadas e restaurantes se preparam para o momento mais querido do ano com condições especiais aos amantes da natureza”.

A Praia do Rosa, em Imbituba/SC, também é atração turística no inverno devido à visita de dezenas de baleias-franca. Esse verdadeiro espetáculo da natureza pode ser apreciado a olho nu e em terra, seja da beira-mar ou sobre os morros, entre os meses de julho e novembro. A Rota da Baleia-Franca, além de trazer esperança sobre a recuperação da espécie quase extinta, movimenta o vilarejo e os negócios locais.

Para Fernanda Kalil, proprietária da Hospedaria das Brisas e do restaurante Refúgio do Pescador na Praia do Rosa, a Rota é um dos momentos mais queridos do ano. “Somos agraciados com essas aparições e as respeitamos. Toda a comunidade se prepara para receber bem as gigantes e, claro, os turistas. Por aqui, todos levantam a bandeira do turismo responsável, treinamos nossos colaboradores e sensibilizamos nossos hóspedes para preservar a praia e os mares, ainda mais neste momento”, comenta a empresária. Nesta época do ano, a Hospedaria das Brisas prepara uma experiência turística única, aconchegante e com clima de serra na praia. Em seus pacotes exclusivos para temporada das baleias, oferece pratos típicos da gastronomia de inverno, como fondue especial com camarão. Trilhas guiadas sobre os morros que cercam a paradisíaca Praia do Rosa também fazem parte do passeio, possibilitando que os turistas possam ter uma visão privilegiada do show marinho sem atrapalhar as baleias em seus habitats.

Rota da Baleia-Franca

A Rota da Baleia-Franca passa pelas cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba e é considerada o único destino de ecoturismo do país no qual é possível avistar os mamíferos marinhos sem que seja preciso embarcações ou equipamentos para observação. O movimento acontece nessa época do ano quando elas fogem das águas geladas da Antártica e da Patagônia e se deslocam em direção águas catarinenses, especialmente na região de Imbituba, em busca de águas mornas e calmas para dar à luz e amamentar seus filhotes.

Assim, Imbituba ficou conhecida como berçário natural das baleias. Este fenômeno, inclusive, rendeu o título de Capital Nacional da Baleia-Franca. E, junto a ela, outras oito cidades formam o que se chama de Área de Proteção Ambiental (APA), com medidas que há pelo menos 20 anos visam a preservação e proteção da espécie.

As baleias-franca estão ameaçadas de extinção em mares brasileiros. A população estimada, atualmente, é de 550 indivíduos, com uma taxa de crescimento de 4,8% ao ano, segundo Projeto Franca Austral (ProFranca). O turismo responsável também é um fator determinante para impedir a extinção da espécie. Sendo assim, em muitas praias, a observação das baleias-franca somente é permitida por terra, evitando que elas sejam perturbadas por embarcações.

O Brasil é considerado um dos 10 melhores países para observar os cetáceos, incluindo a baleia-franca e a baleia-jubarte, sendo Santa Catarina o local mais favorável para a observação.

Registro de julho do Programa de Monitoramento de Cetáceos da SCPAR, no Porto de Imbituba/SC. Foto: Carolina Benzamat

Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa | Dixon Comunicação

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS