Renda Cidadã será apresentado na 4ª feira e respeitará o teto, diz relator

O senador Marcio Bittar (MDB-AC) disse que a fonte de financiamento do Renda Cidadã, programa social que o governo Bolsonaro estuda para substituir o Bolsa Família e o auxílio emergencial, será apresentado na 4ª feira (7.out.2020).

Segundo Bittar, o texto respeitará o teto de gastos públicos (norma que limita as despesas da União). A declaração foi ao lado do ministro Paulo Guedes (Economia), em Brasília.

O relator da proposta não deu detalhes das formas de financiamento que estão sendo estudadas. Mas afirmou que o novo programa visa atingir 8 milhões de pessoas que ficarão sem o coronavoucher no próximo ano.

Antes da reunião com Guedes, Bittar esteve no Palácio da Alvorada em 1 café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro Eduardo Ramos (Secretaria Geral).

Segundo o relator, o texto do Renda Cidadã só será apresentado quando tiver o apoio da equipe econômica.

Reportagem: Douglas Rodrigues/Poder 360

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Famílias passarão a receber o Bolsa Família somado ao Auxílio Emergencial até dezembro

Até o próximo dia 30 de outubro, cerca de 12,4 milhões das mais de 14,27 milhões de famílias atendidas pelo Programa Bolsa Família (PBF) receberão o...

São Joaquim | Forte chuva de granizo assusta moradores da comunidade de Arvoredo

Uma forte chuva de granizo que ocorreu na tarde desta último sábado (24) e assustou os moradores da localidade de São Sebastião do Arvoredo,...

Formação de ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades nos próximos dias em nove Estados

Um ciclone de características subtropicais que começa a se formar no Oceano Atlântico pode provocar tempestades fortes nos litorais do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia entre a noite deste domingo, 25,...

Mundo | Na Itália, primeiras doses de vacina serão para ‘mais frágeis’

(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, anunciou neste domingo (25) que as primeiras doses de vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) devem...