Região tem sete cidades sem mortes desde o início do mês

Os números referentes à covid-19, na região, começam a trazer resultados não somente com a queda de casos, mas também sobre a redução de mortes. Nos primeiros 14 dias de julho, sete cidades não registraram nenhum óbito devido a complicações provocadas pelo coronavírus.

As cidades que não tiveram falecimentos do período de 1º a 14 deste mês são: Armazém, Gravatal, Pedras Grandes, Sangão, Santa Rosa de Lima, São Ludgero e Treze de Maio. No Estado, dos 295 municípios, 151 não registraram mortes por covid-19 em julho, conforme dados contabilizados até ontem.

Para se ter uma ideia dos números positivos na região, o último óbito ocorrido em Armazém foi há mais de um mês. A cidade, desde o início da pandemia, já registrou 29 mortes. Assim como Armazém, Pedras Grandes também só teve vítima da doença no começo do mês passado.

De todas as sete cidades, Santa Rosa de Lima é a que lidera com o maior tempo sem óbitos pela doença. A cidade teve seu último registro de falecimento pela covid-19 no dia 8 de maio. O município também contabiliza o menor número de morte pelo vírus da região, com seis vítimas desde o início da pandemia. Já a cidade com a maior quantidade de mortes é Tubarão, com 425 vítimas.

O cenário da covid-19 começa a apresentar melhoras, não somente na região, como no Estado. No último mapa de risco divulgado pelo governo, Santa Catarina dobrou o número de regiões fora do risco gravíssimo para a covid-19. Este é o melhor cenário desde o dia 24 de abril.

Além disso, depois de ficar pelo menos 128 dias consecutivos com pacientes esperando na fila por leitos de UTI, o Estado conseguiu zerar a fila por alguns dias. Ontem, em Tubarão, um paciente confirmado da doença aguardava um leito no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC).

Com informações do Diário do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS