Região tem melhor saldo de empregos em seis anos

A região fechou 2019 com saldo positivo de 3.065 empregos formais. Foram 53.986 admissões contra 50.921 desligamentos de janeiro a dezembro do ano passado.

Os setores de serviços (1.470 empregos a mais que desligamentos) e da indústria (995 novas vagas) foram os que mais geraram empregos formais nesse período. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados nessa sexta-feira, pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Este é o melhor resultado desde 2013 na região. Em 2015 e 2016, chegaram a ser registrados números negativos no saldo de empregos formais. Dos 19 municípios da região, 15 apresentaram saldo positivo no acumulado do ano. Os destaques ficam para Tubarão, com 700 admissões a mais que desligamentos, Braço do Norte, com saldo positivo de 488 empregos formais em 2019, Imbituba, com 448 novas vagas geradas, e Orleans, que registrou 387 novos empregados no ano passado.

O saldo positivo de 2019 em Tubarão também é o maior em seis anos. Os setores de serviços, com 517 novas vagas criadas, e da indústria, com 332 empregos a mais registrados em carteira foram os destaques positivos da Cidade Azul.

O resultado negativo ficou por conta do comércio, que no acumulado de 2019 teve 157 desligamentos a mais que admissões. Os mesmos setores também foram os responsáveis pelo saldo positivo em 2019 em Braço do Norte. O setor de serviços foi o responsável principal do resultado positivo nas cidades com melhor índice, como também foi registrado em Imbituba e Orleans.

Resultado de dezembro

Na contramão dos resultados positivos do acumulado do ano de 2019, dezembro teve resultados negativos na geração de empregos em praticamente todos os municípios da região. Foram 14 cidades que demitiram mais do que admitiram em dezembro. Na região foram 355 desligamentos a mais do que novos empregos criados. A indústria e a administração pública foram os setores que puxaram o índice para baixo. O comércio, no entanto, registrou saldo positivo, com 717 novas vagas. Em Tubarão, o setor de serviços demitiu 571 pessoas a mais do que recrutou, seguido da indústria, que registrou saldo negativo de 254 vagas a menos. Cidades litorâneas como Garopaba, Imbituba, Laguna e Jaguaruna foram as que registraram saldo positivo na geração de empregos em dezembro. Orleans também teve mais admissões que desligamentos no último mês do ano. Comércio e serviços foram os setores que puxaram o índice para o alto nestes municípios.

Estado também tem saldo positivo

O Estado fechou 2019 com o melhor resultado desde 2010, com saldo positivo de 71.406 contratações.

“O Brasil vive um momento de recuperação e Santa Catarina ainda mais”, afirma o governador Carlos Moisés. O setor de serviços foi o que mais contribuiu para o resultado positivo do Estado em 2019, com 33.617 novos postos de trabalho formais. Na sequência, aparecem a indústria da transformação (18.256) e comércio (11.876). Todos os setores contrataram mais do que demitiram, à exceção da extração mineral, que fechou com saldo negativo de seis vagas.

Em dezembro, por causa do efeito da sazonalidade, houve mais demissões do que contratações em todos os estados brasileiros e em praticamente todas as cidades. Santa Catarina encerrou o último mês do ano com uma redução de 24.316 postos.

Resultado no país

O Brasil registrou a criação de 644 mil vagas de emprego formal no ano passado. De acordo com o Ministério da Economia, é o maior saldo de emprego com carteira assinada em números absolutos desde 2013. O destaque ficou com o setor de serviços, responsável pela geração de 382,5 mil postos. No comércio, foram 145,4 mil novas vagas e na construção civil, 71,1 mil.

DS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Treviso: Esgoto a céu aberto é tema de indicação

Moradores do Loteamento Nova Esperança estão insatisfeitos com o esgoto a céu aberto. A população procurou o Legislativo e o tema motivou uma indicação...

95 municípios podem ter de realizar segundo turno nas Eleições Municipais de 2020

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 95 municípios com mais de 200 mil habitantes podem ter de promover um segundo turno de...

Réplica da primeira igreja matriz de Orleans, um local que ainda recebe visitantes

A primeira capela da cidade foi construída em 1886 pelo  comendador francês Joaquim Caetano Pinto Júnior. As telhas vieram da França, e possuía 4 janelas...

Polícia Civil prende suspeito de feminicídio e de homicídio de recém-nascido e localiza corpos das vítimas

Na terça-feira (22), a Polícia Civil, por intermédio do Setor de Investigações Criminais de Itapema, cumpriu um mandado de prisão temporária contra um investigado...