Região atinge o maior número de internações por coronavírus

Desde o início da pandemia do coronavírus, quando foi confirmado o primeiro caso na região, em março, Tubarão ainda não havia registrado um pico no número de internações hospitalares que acendesse o alerta laranja. Isso até a última segunda-feira, quando 26 pessoas estavam internadas nos hospitais de Tubarão, entre confirmados e suspeitos com a covid-19, sendo 13 na UTI e 13 na Enfermaria. Ontem, o número caiu para 22 internações, número ainda considerado alto, sendo 60% da ocupação disponível.

O número mais alto de internações até então tinha sido 11, em 27 de março, antes do isolamento ter começado. Com os fechamentos e restrições, e taxa de isolamento social maior, o número de internações chegou a cair para quatro na maioria dos dias. Os número passaram a crescer à medida que as liberações tiveram início, chegando ao auge nesta semana.

Hoje, Tubarão tem disponíveis 20 leitos de UTI para atendimento ao coronavírus. Destes, até ontem, 12 estavam ocupados. De acordo com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol, foi reiterado o pedido ao governo do Estado para a disponibilização de mais leitos de UTI, sendo dez para o Socimed e outros dez para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) (cinco adultos e cinco pediátricos), além de 20 leitos com suporte de ventilação pulmonar. Sobre a possibilidade de um hospital de campanha, Daisson explica que esta é uma decisão do governo do Estado, responsável pela instalação, mas não há qualquer previsão a respeito.

Em Santa Catarina, a ocupação de leitos de UTI também é a maior desde o início da pandemia do coronavírus. Nessa segunda-feira, o número de pacientes suspeitos ou com diagnóstico positivo para a covid-19 e que estão internados em leitos de terapia intensiva chegou a 252, sendo 65 confirmados e 187 suspeitos. Os dados reúnem tanto leitos do sistema público de saúde quanto da rede privada. A internação de pacientes com diagnóstico confirmado e suspeitos vem crescendo desde o dia 14 de junho.  É o oitavo dia consecutivo que o número de suspeitos internados bateu recorde. Já o número de confirmados internados em UTI é o mais alto desde 17 de maio, quando o Estado tinha 72 pacientes com testagem positiva para o coronavírus em terapia intensiva.

Decisões a serem tomadas

Reunido virtualmente na tarde de ontem, o Comitê Regional de Saúde, formado por secretários e técnicos de saúde dos municípios da Amurel, discutiu diversos temas relacionados ao combate ao coronavírus na região. Além dos membros do comitê, alguns prefeitos participaram. As decisões tomadas pelo comitê servirão de pauta para a Assembleia Geral dos Prefeitos da Amurel, que ocorre hoje. Segundo Daisson Trevisol, coordenador do Comitê Regional, as discussões giraram principalmente em torno de novas medidas restritivas, já que a região tem apresentado um aumento no número de infectados com coronavírus. “A ocupação dos leitos de UTI reservados para a covid-19 no Hospital Nossa Senhora da Conceição chegou a 65% essa semana, o que nos coloca em estado de atenção”, reforçou.

DS

Foto: Divulgação DS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alta de casos da covid faz Paraná adotar toque de recolher à noite; medida funciona?

O governo do Paraná impôs toque de recolher noturno na região leste do Estado em resposta à escalada de casos de covid-19 que sobrecarrega...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Lei Aldir Blanc: comissão discute terceiro edital

A comissão responsável pelos recursos da Lei Aldir Blanc se reuniu essa semana para discutir as regras do terceiro edital, que trata da produção...

Mais de 20% das crianças estudam em escolas sem saneamento básico

Mais de 20% das crianças matriculadas em creches ou em pré-escolas do Brasil estudam em instituições de ensino sem saneamento básico. O pior cenário...