Receita Federal doa termômetros e medidores de pressão para Prefeituras de Santa Catarina

A Alfândega da Receita Federal no Porto de São Francisco do Sul/SC destinou para prefeituras municipais e para o Governo do Estado de Santa Catarina, nos dias 6 e 7 de abril, 990 termômetros a laser, 2.200 aparelhos digitais para medir pressão arterial e um espirômetro.

Os materiais, provenientes da China, haviam sido apreendidos por abandono, outros por utilização de documento falso e outros por ocultação do real adquirente e estavam disponíveis para destinação nos depósitos da Alfândega no Porto Itapoá.

Foi realizada uma força-tarefa, coordenada pela Receita Federal, no sentido de disponibilizar os materiais para as prefeituras de acordo com suas necessidades.
Nesta força tarefa o Porto Itapoá prontamente contribuiu com a Receita Federal, separando os produtos e entregando com presteza e agilidade as Prefeituras.

Os municípios contemplados foram: Joinville, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, Campo Alegre, Rio Negrinho, Araquari, Itapoá, Garuva, Balneário Barra do Sul, Itapoá, Jaraguá do Sul, Guaramirim, Corupá, Schroeder, São João do Itaperiú, Barra Velha e Massaranduba. No total foram doados para estes municípios 490 termômetros e 400 medidos de pressão. Para Joinville, além destes materiais, foi doado também o espirômetro.

Para o Governo do Estado foram destinados 500 termômetros e 1.800 medidores de pressão. Esse material foi distribuído entre outras prefeituras, hospitais públicos e postos de atendimento de Santa Catarina.

O delegado da Alfândega da Receita Federal no Porto de São Francisco do Sul, auditor-fiscal Edwilson Mota, ressalta que “a Receita Federal está empenhada para atender o interesse público nas demandas relacionadas ao combate à COVID-19”.

Logos Conexão e Conteúdo – Carla Lavina

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Morre Papa Diop, autor do primeiro gol da Copa do Mundo de 2002

Morreu ontem domingo, aos 42 anos, o senegalês Papa Bouba Diop. Autor do primeiro gol da Copa do Mundo de 2002 na vitória de...

Médico de Maradona é acusado formalmente de homicídio culposo

O médico de Diego Maradona, Leopoldo Luque, foi acusado formalmente de homicídio culpo, quando não há intenção de matar. A informação foi publicada neste...

ORLEANS | Vendas no Natal e fim de ano devem aquecer a economia

O mês de dezembro é sempre um dos melhores para pequenos e grandes empreendedores. As vendas de Natal e fim de ano costumam dar uma...

Servidora que lida diariamente com vírus, bactéria e fungos merece insalubridade máxima

A 1ª Câmara de Direito Público do TJ, em matéria sob a relatoria do desembargador Luiz Fernando Boller, reformou sentença de comarca do oeste...