Quase 400 voluntários retiraram mais de 20 mil resíduos das praias de Imbituba

Publicado em 6 de outubro de 2019

Quase 400 voluntários retiraram mais de 20 mil resíduos das praias de Imbituba
Quase 400 voluntários retiraram mais de 20 mil resíduos das praias de Imbituba

Pelo sexto ano consecutivo, Imbituba participou da maior ação cívica do planeta. O Instituto Ecosurf de Santa Catarina mobilizou grupos, associações e entidades locais para participar de um movimento que vem ganhando importância cada vez maior em todo o mundo, o World Cleanup Day – Dia Mundial da Limpeza.

A ação 2019 contou com um número recorde de voluntários: 392 pessoas, 228 a mais que em 2018, quando 164 pessoas participaram. Neste ano, os voluntários se dividiram em 18 grupos que cobriram 12 pontos em 10 praias, desde a praia Vermelha até Itapirubá Sul.

A campanha faz parte das ações voluntárias desenvolvidas pela Ecosurf desde 2014 no município e tem como objetivos conscientizar a população sobre o impacto dos resíduos sólidos no meio ambiente, despoluir e, ao mesmo tempo, monitorar os resíduos encontrados nas praias e em outros ambientes naturais.

Na campanha de Imbituba deste ano, foram retirados mais de 20 mil resíduos das areias, das dunas e dos costões das praias. Nada menos que 1 843,64 quilos, quase duas toneladas, foram coletados em 203 sacos de lixo (a maioria de ráfia), num total de 12,2 quilômetros percorridos.

Os resíduos recicláveis foram encaminhados para a COOPERZIMBA, cooperativa de catadores de Imbituba. As tampinhas de garrafas PET, que têm um valor mais alto para reciclagem, serão encaminhadas para a Rede Feminina de Combate ao Câncer. As pontas de cigarro – o segundo item mais encontrado nas praias e o mais contaminante –, serão transformadas em uma escultura representando uma baleia, que será resinada com as sobras da fabricação das pranchas da TrenchTown Surfboards, transformando-se em um monumento de alerta contra esse tipo de poluição.

Resultados e encaminhamento dos resíduos

Confira o resumo dos resultados de 10 praias de Imbituba: 392 voluntários / 20.170 unidades / 1.843,64 Kg / 203 sacos / 12,2 Km de praia percorridos

Top 3 resíduos mais encontrados: 1º – Pedaços de plástico (4.914) 2º – Pontas de cigarro (4.338) 3º – Pedaços de isopor (1.268) Canudinhos

Amanda Suita, Coordenadora do Instituto Ecosurf em Imbituba

 

Garopaba e Laguna também se mobilizaram

A limpeza também foi realizada, pelo nono ano consecutivo, em todas as praias de Garopaba, capitaneada pelo Instituto Monitoramento Mirim Costeiro, que retirou 12.200 resíduos somente neste ano. Laguna, Joinville, Itapoá, Itajaí, Palhoça, Florianópolis e dezenas de outras cidades de Santa Catarina também se integraram aos mais de 1.200 municípios brasileiros que se inscreveram para a ação.

Todos os resultados estão sendo divulgados nas redes sociais da Ecosurf, e também irão figurar nos relatórios do Programa Mares Limpos, do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar e do Dia Mundial da Limpeza.

As ações se desenrolaram nos dois últimos finais de semana do mês de setembro, durante a Semana Mares Limpos e o Dia Mundial da Limpeza, em todas as praias de Imbituba.

A Semana Mares Limpos

A campanha global da ONU Meio Ambiente #MaresLimpos (#CleanSeas, em inglês) chegou ao Brasil em setembro de 2017, e tem o Instituto Ecosurf como um dos braços mobilizadores da ação no Brasil. A iniciativa mobiliza governos, empresas e sociedade civil para mudar as formas de produzir, consumir e descartar o plástico e evitar que este chegue aos oceanos.

Segundo pesquisas divulgadas pela ONU, já existem mais de 51 trilhões de partículas de plástico dispersos no ambiente marinho. Cerca de 8 a 10 milhões de toneladas desse material vão para os mares todos os anos. Se continuarmos nesse ritmo, a previsão dos cientistas é de que em 2050 exista mais plástico do que peixes nos oceanos.

Diante desses dados assustadores, a consciência da necessidade urgente de tomar medidas que revertam esse quadro é o que move essas centenas de voluntários, que caminham por horas, observando cada centímetro do terreno e resgatando resíduos, muitas vezes em locais insalubres e de difícil acesso.

Nesse tipo de ação com monitoramento de resíduos, os voluntários trabalham em equipes de duas ou três pessoas: um deles se encarrega de anotar em uma planilha cada item recolhido por seus colegas. Outro método é deixar para fazer a triagem dos resíduos ao final da coleta.

 Lei que proíbe canudinhos plásticos ainda não resultou em mudanças significativas

A Lei Ordinária nº 4944/2018, que proibiu canudos de plástico, sancionada no ano passado em Imbituba, ainda não determinou uma mudança significativa nos itens encontrados. Em 2018, foram recolhidos das praias 731 canudos – foi o 4º item mais achado. Este ano, ficou em 7° lugar: foram 691 unidades.

A primeira impressão é de que houve redução, mas, na verdade, as praias receberam mais ações de despoluição durante 2019 do que no ano passado. Além disso, a substituição dos canudos tradicionais por similares de plástico oxibiodegradável – que, de acordo com os fabricantes, levam 2 anos e meio para se decompor – talvez seja uma das causas do alto número encontrado.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, os plásticos oxibiodegradáveis não são a solução para o problema dos plásticos no Brasil. O plástico aditivado apenas se fragmenta e que esta fragmentação pode provocar impacto ambiental maior do que um saco de plástico inteiro, que é facilmente visualizável e passível de recolhimento e correta destinação.

A melhor solução para se adequar à Lei é a utilização de canudos feitos com materiais biodegradáveis, que se degradam sem prejudicar o ambiente natural. Visitas a escolas Uma das novidades nos preparativos para as ações deste ano foram as visitas, feitas por voluntários das diversas entidades participantes, a escolas municipais e estaduais da região.

Em conversas com cada classe, o Dia Mundial de Limpeza foi divulgado, incentivando a participação dos alunos, professores e de suas famílias. As crianças e adolescentes se mostraram bastante receptivos e conscientes da importância de participar desse movimento. O próximo passo da campanha é apresentar esses dados para a população na Câmara de Vereadores, e divulgar os resultados nas escolas com a ajuda dos grupos coordenadores de praias. Todo o dia é dia de limpeza de praia. Lembre-se, toda vez que for à praia, recolha pelo menos 3 resíduos! A natureza agradece.

Coordenadores: Movimento Rosamor, Jogue Limpo, Instituto Australis, Luz Surf School, AMAPI, AMPAP, ASI, ASAEP, IBF, PMP-UDESC, Escola de Surf Itapira Norte/Sul, Escoteiros Evolucionários, ECOIMB, Franca Consultoria Ambiental, Rotary Club de Imbituba, Observatório Social de Imbituba e Desbravadores Guardiões da Alvorada.

Apoiadores: Pousada Natural Park, Pousada Flor do Mar, Rosa Grill, Naturimbé – Produtos Naturais e Coloniais, Rosa Surf Hostel, GoldenSurf Records, Espaço Luz, Restaurante Tartaruga, ACIM Barra de Ibiraquera e Região, ACIM Praia do Rosa, Grupo Itapir[A]mar: Espaço Gaia, Gosaric Marine Art, Restaurante Pacifico, Fio de Lótus e Sabor Caseiro. Colaboradores: COOPERZIMBA, Prefeitura Municipal de Imbituba, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, SEINFRA, SEDETUR, TrenchTown Surfboards, SURFEMAIS, Portal AHora, Marzo Couto da @purefeeling_official @ginasticanatural.imbituba, DESCART, DAC Liquigás, Cidadão Ecológico, Vigilantes do Lixo, Grupo Orion, Cinegrafista @nolanfotos, Fotógrafo @leniciojunior, @goldensurf_records.

Portal AHora

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

NOTÍCIAS RELACIONADAS

FAÇA SUA PESQUISA