Quarentena: a tristeza desse bulldog preso dentro de casa comoveu a internet

Poppa é um bulldog inglês de 3 anos dos Estados Unidos, que também atravessa esses tempos turbulentos de quarentena e incertezas. O cãozinho acabou viralizando após sua tutora publicar no Twitter e Instagram uma fotografia dele tristonho, olhando pelo portão.

Rashida Ellis afrimou que Poppa está assim por não poder brincar com as crianças que vivem na vizinhança.  Ela contou ao BoredPanda que o cachorro até tentou chamar a atenção dos meninos e meninas que jogavam basquete, mas não conseguiu por causa da distância.

“Geralmente, Poppa vai para rua brincar com algumas crianças. E claro, muita gente fazia carinho enquanto ele caminhava pelas redondezas. Desde o lockdown, nada disso aconteceu mais. Ele até tenta chamar a atenção, mas acaba desistindo”, ressaltou Ellis, que revelou que o bulldog está dormindo mais do que o normal.

Ele sente falta das crianças e do carinho recebido nas ruas

Rashida, no entanto, fez questão de informar que o amor das pessoas nas redes sociais está ajudando de forma positiva no humor do cãozinho. Ela assegurou que mesmo um pouco para baixo, Poppa está bem. “Eu canto pra ele e danço. A gente conversa e brincamos com comida. Ele gosta de se alimentar”.

Vai passar, Poppa. Aproveite o momento para ser paparicado por sua amiga até o retorno triunfal.

Poppa com Rashida

Rashida, que é sua tutora, diz que Poppa está bem


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

“Árvore da Vida” conforta e consola pacientes e familiares no Hospital Dona Helena, em Joinville (SC)

Em novembro, a imagem de uma árvore foi colocada na parede da capela do Hospital Dona Helena, de Joinville (SC). Os pais que frequentam...

Anatel autoriza repasse de recursos para projetos de interiorização da TV Digital no Brasil e democratização da internet

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou o repasse de verba para projetos de interiorização da TV Digital e democratização da internet no país....

Tiros, vitrines quebradas, cédulas espalhadas pelo chão e agências bancárias do centro invadidas em Criciúma por bandidos

Dezenas de criminosos, fortemente armados, vários veículos, poder de fogo assustador fizeram do centro da cidade de Criciúma uma praça de terror, no início...

Família Fernandes esperou o encontro com a sobrinha por mais de 40 anos (Metropol)

Pedro Manoel Fernandes tinha uma marcenaria no Bairro Metropol, em Criciúma. Ele e a esposa Florisbela Elias Fernandes tiveram 13 filhos. O único que...