Professora é agredida por aluna em Siderópolis

Uma professora, de 49 anos, da Escola Municipal Miguel Lazzarin, situada na localidade de Rio Jordão, em Siderópolis, foi agredida por uma aluna de 16 anos, que ainda está no ensino fundamental, na manhã desta quarta-feira.

A vítima chamou atenção da adolescente por ela estar fazendo o uso do celular, o que é proibido no regimento do ambiente escolar. A garota alegou que não estava se sentindo bem e que estava tentando falar com o pai.

A professora então pediu que ela usasse o telefone da secretaria, para cumprir as regras. Em seguida, a aluna foi flagrada novamente mexendo no aparelho, quando a professora voltou a chamar a atenção.

Foi neste momento que ela foi agredida com um tapa no rosto e no pescoço. Devido o impacto da agressão, a máscara de proteção da professora chegou a ser arrebentada.

A professora, que está bastante abalada, registrou boletim de ocorrência e realizou exame de corpo de delito. Ela leciona há 14 anos e disse que depois do episódio está sem condições de voltar a trabalhar.

A escola informou que está tomando as medidas cabíveis, inclusive de amparo à professora.

Com informações da OCP News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS