Prática de meditação é cada vez mais comum em escolas brasileiras

A atividade, que até pouco tempo acontecia por meio de iniciativas isoladas de educadores e escolas, começa a se popularizar e se sistematizar, sendo percebida pela comunidade escolar como importante ferramenta para desenvolvimento da criança e do adolescente.

Antes mesmo da pandemia da Covid-19, o combate aos distúrbios de ansiedade e a depressão já eram percebidos como alguns dos maiores desafios em escala global pelos principais especialistas em saúde pública. Hoje, com a suspensão das atividades escolares presenciais e a necessidade de isolamento entre crianças e adolescentes, a situação passa a preocupar ainda mais os profissionais da saúde e pedagogos.

Há pelo menos cinco décadas, a meditação vem se popularizando no ocidente, motivada pelo crescente interesse da comunidade científica e pela sua eficácia para controle emocional, equilíbrio, concentração e atenção. Aos poucos, este interesse ultrapassou os muros das universidades e centros de pesquisa e passou a se popularizar no mundo ocidental, tornando-se sinônimo de hábito saudável e qualidade de vida.

Nas escolas, até pouco tempo, a prática de meditação acontecia apenas por meio de ações isoladas de alguns educadores e instituições, quase nunca de forma sistematizada. Mas, em parceria recente entre o Sistema Piaget e o Programa Soul Mind, a chamada meditação de atenção plena (mindfulness), passou a ser oferecida para centenas de escolas brasileiras, de maneira estruturada e regular.

“Cada vez mais, é indispensável que as escolas desenvolvam atividades que vão além do conteúdo, mas que também contemplem esferas sociais e emocionais da vida dos estudantes. Neste sentido, a prática da meditação tem se mostrado extremamente eficiente, não só para o desenvolvimento socioemocional dos alunos, mas também no aumento capacidade de atenção e na melhora do desempenho escolar”, explica Ligia Cavalaro, diretora do Sistema Piaget.

Além de desenvolver resiliência emocional nos estudantes, outros objetivos do programa estão ligados à melhora da atenção e do desempenho escolar e ao fortalecimento de competências duráveis essenciais para o cultivo de bem-estar e felicidade.

Sobre o Programa Soul Mind

O Programa Soul Mind se diferencia de programas mindfulness convencionais por proporcionar, além das atividades de atenção plena, um jornada de autoconhecimento de maneira lúdica para os estudantes. As aulas são intervenções com duração média de cinco a quinze minutos que podem acontecer com a periodicidade entre três e cinco dias por semana. Além disso, o programa contempla não apenas os alunos, mas também pais, professores e a comunidade escolar como um todo.

Sobre o Sistema Piaget

Com mais de 40 anos de atuação, o Sistema Piaget nasceu a partir da vivência escolar prática do Colégio Piaget, de São Bernardo do Campo, onde as soluções de ensino são aplicadas e aprimoradas constantemente. Atualmente, o Sistema Piaget está presente em mais de 250 escolas, oferecendo materiais didáticos, conteúdos digitais e serviços educacionais de qualidade em todo o Brasil.

Simone Lopes: Analista de Marketing

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Benefício do INSS já tem data para ser pago: Confira

A data de depósito do benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já está disponível para os mais de 35 mil beneficiários. Segurados que...

Boletim Covid-19 do Hospital São Donato de Içara

O Hospital São Donato tem 15 leitos ocupados para tratamento de coronavírus ou suspeita: LEITOS OCUPADOS NA UTI: 10 (lotação máxima) - CASOS CONFIRMADOS (10) - CASOS SUSPEITOS (0) LEITOS OCUPADOS...

IMBITUBA | Prefeito pede que a população “fique em casa”, neste final de semana

O prefeito Rosenvaldo Júnior fez um alerta à população de Imbituba para que neste final de semana, especialmente, os imbitubenses fiquem em casa. Com a...

Funerária Zapelini informa o falecimento da Sra Maria Gomes Becker

Faleceu hoje(05) no Hospital Santa Otília aos 73 anos a Sra.Maria Gomes Becker. A mesma deixa 4 filhos, 10 netos e 3 bisnetos. Seu...