Portugal registra menor número de mortes por Covid-19 desde 5 de janeiro

Portugal registrou nesta segunda-feira, 15, 90 mortes causadas pelo novo coronavírus, a quantidade mais baixa desde o dia 5 de janeiro. O total de casos confirmados também é o mais baixo do ano, exatamente um mês após o decreto de um novo lockdown no país. Nas últimas 24 horas, foram notificados 1.303 casos no país. Apesar de ser uma taxa baixa, esse número pode ser relativizado, já que as segundas-feiras, normalmente, apresentam quedas de dados por causa do fim de semana.

Há um mês o governo de Portugal decretou lockdown obrigatório, justamente quando o país estava perto de um colapso, com hospitais superlotados e altos índices de contágio e mortes. Apesar da queda, houve um leve aumento na quantidade de hospitalizados com sintomas da Covid-19, que agora são 4.832, seis a mais que domingo, 14. Já nas UTIs, por sua vez, houve queda de 11 pacientes, fazendo com que o total de internados seja de 784.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

A ministra da Saúde do país, Marta Temido, informou que já foram aplicadas mais de 533 mil doses da vacina desde o início da campanha portuguesa. Ao todo, cerca de 200 mil pessoas já estão totalmente imunizadas contra o coronavírus. Portugal está sob estado de emergência até o dia 1º de março, data prevista para o término do confinamento. Fontes do governo indicam, porém, que é provável que as medidas mais rígidas sejam estendidas para além desta data. Desde o pico da terceira onda, Portugal chegou a registrar mais de 7 mil internados, sendo 900 nas UTIs. O país acumula 787.059 casos confirmados da doença e 15.321 mortes.

Da redação da VEJA.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS