Porcos podem não voar, mas são capazes de jogar videogame, dizem cientistas

Videogames ajudam a comprovar mais uma vez a extensão da inteligência de porcos. Um estudo da Purdue University, em Indiana, nos Estados Unidos, mostra que os animais conseguiram jogar e cumprir objetivos usando o focinho para mover o cursor na tela.

A tarefa pode parecer simples para nós, seres humanos, mas ela envolve níveis complexos de cognição. Em primeiro lugar, é preciso que o animal entenda a relação entre o movimento do joystick e o que está acontecendo nas imagens. Depois, ele precisa entender a relação entre completar uma tarefa e ganhar uma recompensa por isso.

Apesar dos resultados promissores, os quatro porquinhos testados não conseguiram competir ainda com crianças ou macacos. O jogo-teste havia sido desenvolvido especialmente para os primatas, que se saíram melhor. Parte da “derrota” dos porcos está no fato de que eles não utilizam as mãos para jogar, o que dá aos macacos uma vantagem. Mas cientistas também avaliam se os suínos de fato não são tão bons na tarefa, apesar dos resultados positivos.

Pesquisas anteriores já mostraram a que os porcos são animais com uma inteligência mais avançada do que a maioria dos animais. Ao lado de macacos e golfinhos, eles estão entre os bichos com maiores níveis de cognição na execução de tarefas complexas.

O estudo contínuo das habilidades desses animais ajuda a compreender melhor como os bichos percebem o mundo e pode influenciar no melhor tratamento dos porcos nas fazendas em que são criados. É preciso refletir sobre suas capacidades cognitivas e em como oferecer aos animais um espaço de bem-estar durante a sua vida.

Redação Hypeness

Fotos: Unsplash

ÚLTIMAS NOTÍCIAS