Polícia Militar inicia distribuição de cartilhas de orientação contra violência doméstica

Polícia Militar está lançando a partir dessa terça-feira (4) uma cartilha intitulada “Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher” que visa ampliar as atividades de prevenção e conscientização a respeito do tema em todos os municípios de Minas Gerais. O objetivo da ação, que também integra a campanha Agosto Lilás, é mobilizar toda a sociedade e contribuir para um ambiente mais seguro às mulheres.

Segundo a tenente coronel Cleide Barcelos, comandante da 1ª Companhia de Prevenção à Violência Doméstica de Belo Horizonte, esse é um trabalho que já vem sendo realizado em 72 cidades mineiras, nas chamadas Patrulhas de Prevenção à Violência Doméstica (PPVD), com resultados bastante positivos. Agora será implantando na capital mineira e em Contagem.

O projeto da PM consiste em um monitoramento dos casos e queixas. Tanto vítima como agressor são visitados e acompanhados por uma dupla de policiais, sempre um homem e uma mulher, a partir do momento em que são registradas queixas na Polícia Civil ou acontecem denúncias através do 190 da PM.

“Temos acesso às queixas registradas na Policia Civil. E o objetivo é que a dupla visite e acompanhe um casal que esteja passando por momentos difíceis. O objetivo é quebrar o ciclo de violência, para que não evolua para o mais grave, nesse caso, o feminicídio”, diz a comandante.

E para alcançar o grosso da população estão sendo lançadas três cartilhas com orientações aos autores e às vítimas, contendo diversos aspectos da Lei Maria da Penha.

Essas cartilhas serão distribuídas durante os atendimentos, reforçando as explicações que já eram dadas pelas PPVD e que fazem parte do protocolo de atendimento.

Essa PPVD tem como missão propiciar um atendimento mais humanizado à mulher vítima de violência doméstica e familiar, garantir o seu encaminhamento aos demais órgãos da Rede Estadual de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, de tal forma que ela receba do poder público, no menor tempo possível, a atenção devida ao seu caso. Ao mesmo tempo, a intenção é atuar na dissuasão do agressor.

A distribuição das cartilhas começa a ser feita nessa quarta-feira (5), nas Blitzen conjunta. “Serão distribuídas em todas as blitzen que a PM fizer, independentemente do local escolhido para essa operação”, diz a tenente coronel.

Reportagem: Ivan Drummond – Em.Com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ORLEANS | Júri popular condena homem por tentativa de homicídio qualificado

Sessão do Júri promovida pela comarca de Orleans na última quarta-feira (25/11)  condenou um homem por tentativa de homicídio qualificado e dano qualificado. Presidida...

Confira o que Astros tem a lhe dizer

LUIZ HENRIQUE (48) 99623-6232 (Whats) Presencial/Online Desenvolvimento e estudo na Arte Oracular: Tarô; Astrologia; Constelação Arquetípica; Numerologia; boaastrologia@gmail.com O caminho dos astros 60 As Novas Regras do Bem viver 2021 “O...

Jurerê Internacional adere ao projeto Orgânico Solidário, que leva alimentação saudável para famílias

Jurerê Internacional acaba de aderir à campanha Orgânico Solidário, uma importante ação de abrangência nacional que está levando alimentos frescos e saudáveis (verduras, frutas...

ITAJAÍ | Produtores terão 23 cursos gratuitos do Senar/SC em dezembro

Para auxiliar o desenvolvimento da produção sustentável, da competitividade e dos avanços sociais no campo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado...