Polícia Civil prende três pessoas em operação de combate ao furto e roubo de cargas

Na terça-feira à tarde, (22), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Carga da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), deflagrou uma operação e prendeu três pessoas suspeitas de estarem envolvidas em um suposto roubo de carga de alho avaliada em mais de R$ 154 mil, que aconteceu em setembro deste ano.

Segundo o registro da ocorrência, realizado pelo motorista, o roubo da carga de alho teria acontecido em um posto de combustíveis, localizado às margens da BR-101, em Barra Velha. Ainda segundo o homem, ele teria sido mantido como refém durante o período de um dia. Porém, a Polícia Civil identificou inconsistências na história e efetuou diligências para verificar a veracidade das informações prestadas.

A investigação comprovou que o motorista estava envolvido no desvio da carga. Além disso, foi possível identificar os demais envolvidos na trama criminosa, todos pertencentes a um grupo voltado à prática de crimes relacionados a furtos, roubos e receptação de cargas, com atuação interestadual. No total, foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão contra o motorista e os demais integrantes do grupo.

Na residência do líder do grupo, localizada em Balneário Piçarras, foram coletados diversos documentos e objetos que serão analisados pela equipe de investigação da DFRC/DEIC. Na ocasião foram apreendidos dois caminhões, três semirreboques e quatro veículos.

Ainda durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, a Polícia Civil localizou na residência duas aves silvestres sem documento probatório de origem, sendo uma delas considerada espécie em extinção. A proprietária do imóvel foi conduzida à Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis. O líder do grupo não foi localizado e continua foragido.

Com apoio da PRF na cidade de Registro, em São Paulo, foi efetuada a prisão do motorista responsável pelo relato falacioso, assim como a apreensão do caminhão. Já em Barra Velha, foi preso um integrante do grupo responsável pela logística e, em Itaiópolis, foi preso outro integrante do grupo que atuava como motorista da associação criminosa.

A carga de alho foi recuperada um dia após o furto na cidade de Juquiá, em São Paulo, sendo transportada em um caminhão pertencente ao bando. Segundo o delegado de polícia Osnei Valdir de Oliveira, a celeridade na troca de informações com a Polícia Civil de São Paulo e a Polícia Rodoviária Federal possibilitou o sucesso da investigação.

O cumprimento dos mandados contou com o apoio do Setor de Investigação da Delegacia de Polícia da Comarca (DPCo) de Balneário Piçarras, DPCo de Itaiópolis, Divisão de Investigação Criminal de São Joaquim, da PRF e das delegacias especializadas da DEIC/PCSC: Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais e Delegacia de Repressão a Entorpecentes.

WhatsApp Image 2021 12 22 at 16.27.08

WhatsApp Image 2021 12 22 at 16.27.06

Policia Civil SC

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS