Polícia Civil e Cidasc apreende grande quantidade de pescado irregular e interdita empresa

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Imaruí, deflagrou, na tarde desta sexta-feira (4), uma operação conjunta com a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) para apurar possíveis crimes de falsificação de selo público cometido por empresas de pescados da cidade.

Nas diligências efetuadas, a Polícia Civil apreendeu documentos e computadores de uma das empresas investigadas, sendo que, em outra empresa, a Cidasc constatou grande quantidade de pescados, a maioria camarão, armazenada de forma irregular, sem comprovação de procedência e sem os rótulos nos produtos.

Como consequência do trabalho conjunto, a CIDASC interditou o estabelecimento e apreendeu os produtos irregulares.

Em relação à suspeita de crimes, a Polícia Civil instaurou inquérito que irá apurar através do procedimento investigatório idôneo, as circunstâncias e responsabilidades dos fatos, entre eles possível falsificação de Sinal Público e a venda de mercadoria em condições impróprias para o consumo, o qual configura crime contra o consumidor.

Polícia Civil apreendeu documentos e computadores de uma das empresas investigadas
Polícia Civil apreendeu documentos e computadores de uma das empresas investigadas

 

Esta informação é do site A Hora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS