Polícia Civil, apreende cocaína e maconha na região central de Imaruí

Durante a manhã desta sexta-feira (18), policiais civis das cidades de Imaruí, Imbituba, Garopaba, Laguna e Pescaria Brava e policiais militares de Imaruí deflagraram a Operação Quitutes da Época.

Segundo o delegado responsável pela Operação, Raphael Rampinelli, os policiais se dirigiram a cinco endereços, todos na região central de Imaruí, que foram identificados durante as investigações de combate ao tráfico de drogas no município, e onde foram cumpridos os mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça, culminando com a prisão em flagrante de três investigados: dois jovens, de 18 e 20 anos de idade, e um homem, de 49 anos.

A Operação, batizada de Quitutes da Época, faz alusão a uma das ruas onde os mandados foram cumpridos, São João, e em virtude de a operação estar sendo realizada em junho, época das Festas Juninas.

Rampinelli, após o cumprimento dos mandados, revelou que as investigações estavam acontecendo havia algumas semanas e de que o contingente alto de policiais das delegacias da região se deu pela necessidade de que as ações fossem realizadas simultaneamente, para evitar que os investigados se comunicassem durante as buscas.

“Após diversas diligências, reunimos informações importantes e que corroboravam com as suspeitas de envolvimento de vários elementos responsáveis pelo tráfico de drogas na região central de Imaruí e representamos pelos mandados de busca que foram concedidos pela Justiça.  Na manhã desta sexta, cumprimos os mandados e apreendemos certa quantidade de maconha e cocaína e materiais usados na comercialização ilegal de entorpecentes, além de anotações sobre as atividades ilegais que serão periciadas”, informa o delegado titular da DPCo de Imaruí.

Os suspeitos foram conduzidos para Delegacia de Polícia e autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, sendo posteriormente encaminhados à unidade Prisional Avançada de Laguna, onde permanecerão à disposição da justiça.

“As investigações prosseguem no sentido de se apurar demais possíveis autores do crime”, finaliza Rampinelli.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS