Pistachio, o cãozinho filhote que nasceu com pelo verde na Itália

O fazendeiro italiano Cristian Mallocci esperava uma ninhada normal de cachorros de sua cadelinha labradora. Entretanto, ao ver os filhotinhos que nasceram, ele percebeu que um era um pouquinho diferente. ‘Pistachio’, como foi nomeado posteriormente, era verdinho, verdinho. Seus quatro irmãos eram branquinhos, mas ele era… verde.

Pistachio nasceu com coloração diferente no pelo por conta de proteína chamada biliverdina

O caso incomum aconteceu na Sardenha, uma das maiores ilhas do Mediterrâneo e comum destino turístico na Itália. Bem localizado, Pistachio veio mais verdinho por conta de uma condição rara de gestação. Segundo especialistas, entretanto, ele vai perder o pigmento verde em breve.

É muito raro que um cão nasça com o pelo verde. Acredita-se que os cães que nascem com essas cores mais pálidas tiveram contato com o útero materno, que tem um pigmento verde chamado biliverdina. A biliverdina é o pigmento que deixa os nossos hematomas esverdeados.

É justamente por isso que não temos cachorrinhos verdes andando por aí. Segundo os especialistas, em breve a coloração esverdeada de Pistachio vai sumir, mas isso não significa que a gente vai deixar de relembrar essa fofurinha que ele é. E aliás, desnecessário dizer que esse é o nome perfeito para um cãozinho italiano que nasceu verde, né?,

Segundo Christian Mallocci, Pistachio será o único dos quatro irmãos a ficar na fazendo. Enquanto os outros quatro irmãos serão direcionados para a doação, ele ficará junto da mãe, cujo nome é Spelacchia (que significa sardenta, em italiano). Lá, ele será um dos cães que ajudará no pastoreio de ovelhas da fazenda.

Vamos combinar que Pistachio é um dos melhores nomes possíveis para um cãozinho que nasceu verde

Redação Hypeness
Fotos: Cristian Mallocci/Handout via Reuters

ÚLTIMAS NOTÍCIAS