InícioÚltimas do Olhar do SulPetroleiros iniciam estado de greve contra gestores e privatização da Petrobras

Petroleiros iniciam estado de greve contra gestores e privatização da Petrobras

Petroleiros por todo o Brasil se mobilizam desde o início da manhã  desta sexta-feira, 24, contra a privatização da estatal Petrobras. Eles estão em estado de greve, ou seja, os serviços não foram paralisados, mas a mobilização pode avançar para a suspensão das atividades.

Conforme divulgado pela Federação Unificada dos Petroleiros (FUP), representação sindical nacional da categoria, uma das principais reivindicações é o cumprimento do pedido do governo de suspensão das vendas de ativos da Petrobras por 90 dias.

No último dia 17, a diretoria da Petrobras, aprovou a continuidade da venda da Lubnor (CE) e dos polos de produção do Rio Grande do Norte e do Espírito Santo, na contramão da orientação do governo Lula, via Ministério das Minas e Energia, para que a empresa interrompesse as privatizações.

A decisão sobre os processos de privatização que tiveram início na gestão de Bolsonaro e ainda não foram concluídos será pauta da próxima reunião do Conselho de Administração da Petrobrás e caberá à Assembleia Geral Ordinária dos acionistas (AGO), prevista para 27 de abril, a deliberação final.

O movimento sindical petroleiro também cobra que o governo Lula assuma o controle da Petrobras.

O Terra contatou a Petrobras mas, até a última atualização desta matéria, não obteve retorno. O espaço segue aberto e o texto será atualizado em caso de manifestação.

Fonte: Redação Terra