Pescaria Brava cria programa de incentivo a microempreendedores

Microempreendedores afetados pela pandemia do novo coronavírus em Pescaria Brava vão poder se inscrever no Recupera Brava, iniciativa criada para incentivar a recuperação, reestruturação, estabilização e ou expansão de negócios na cidade e estimular a economia da cidade, a mais jovem da região. A legislação que cria o programa foi assinada na última semana.

Entre os seus objetivos também estão: permitir o acesso ao crédito, mediante pagamento de juros, incentivando geração de emprego e renda, em especial aos microempreendedores individuais e empreendedores de microempresas; possibilitar o incremento de outros benefícios, como suporte técnico, assessoramento para tomadas de decisões relativas as condições de financiamento e menores taxas de juros em relação às praticadas pelo mercado em função da diluição de risco; bem como auxiliar na manutenção das microempresas e dos microempreendedores individuais, além de prover o acesso ao trabalho digno, em casos de estado de emergência.

“O Recupera Brava é uma forma de a gente poder oferecer para os pequenos empreendedores do município financiamentos de até R$ 10 mil subsidiados, com juro praticamente zero, onde a prefeitura banca o juro desde que ele pague a operação em dia”, resume o prefeito de Pescaria Brava, Deyvisonn de Souza (MDB). O município destinará recursos para fomentar a operacionalização do programa e manter a economia local aquecida.

Conforme dados do Mapa de Empresas, plataforma do governo federal, cerca de 88 microempresas foram abertas na cidade até julho de 2021. No acumulado, há pouco mais de 450 empreendimentos ativos na condição de microempresa, individual ou não. Uma destas é a de Karoliny Camilo. A jovem criou há cinco anos, a Ideal, voltada ao atendimento financeiro de empresas.

Para ela, programas como esse são importantes. “Vejo a iniciativa do programa com bons olhos. É importante para nós, microempresários de Pescaria Brava, sabermos que podemos contar com o poder público. Apesar de eu achar o valor do subsídio ainda baixo, já é um começo e creio que boa parte dos empreendedores da cidade poderão ser atendidos e usufruir deste benefício, investindo nos seus negócios, mantendo as contas em dia nestes tempos difíceis que passamos, e até mesmo mantendo empregos”, analisa.

O Recupera Brava é vinculado à Secretaria de Administração e Finanças e as solicitações serão avaliadas por um grupo de trabalho já constituído. Para participar, o microempreendedor participará de um chamamento público. Os regramentos podem ser conferidos aqui.

Com informações do site Agora Laguna

ÚLTIMAS NOTÍCIAS