Parceria entre TJ e PC vai tirar do pátio do Detran cerca de 600 veículos apreendidos

Numa integração entre o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), por meio da comarca de Joinville, e a Polícia Civil catarinense, será viabilizado o processo de prensagem e compactação de veículos apreendidos que ocupam pátios públicos localizados no município. A ação de prensagem e compactação está marcada para iniciar no dia 22 de fevereiro.

Atualmente, Joinville abriga em torno de 600 veículos nessas condições, entre motocicletas e automóveis. A ação conta com a supervisão e apoio da Comissão de Destinação de Veículos Apreendidos (CDVA) da Delegacia-Geral da Polícia Civil.

Uma portaria expedida pela comarca de Joinville, no final do ano, autorizou a destruição dos carros apreendidos. A autorização teve a intermediação da direção do Foro e o aval dos juízes das varas criminais de Joinville. “Com esta medida [destruição/sucateamento], o depósito do Detran será quase que totalmente esvaziado, com economia para o Estado”, ressalta o diretor do Fórum Central da comarca de Joinville, juiz Márcio Renê Rocha. O magistrado destaca a colaboração da Presidência do TJSC, através da juíza auxiliar Carolina Ranzolin.

Esta medida do TJSC e da Polícia Civil deve minimizar a questão de espaço nos pátios, da saúde pública e do meio ambiente entre outros fatores sociais e econômicos. Além disso, esses materiais terão um destino final ecologicamente correto, evitando a contaminação do solo e a proliferação de doenças. A ação deverá ser estendida para outras regiões do Estado.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS