Pandemia: Grande Florianópolis entra em nível Gravíssimo no mapa de risco

A mais recente atualização da matriz que mede o cenário da pandemia no Estado, foi divulgada no final da manhã desta quarta-feira (4), mostra que a Amurel permanece, pela sexta semana consecutiva, com a cor laranja no mapa, em risco grave. No entanto,Santa Catarina voltou a registrar uma região vizinha em estado gravíssimo (vermelho) no mapa de risco para covid-19. Trata-se da Grande Florianópolis.

Desde o dia 15 de setembro, Santa Catarina não apresentava regiões em vermelho. A Grande Florianópolis abrange 22 municípios e a nova classificação afeta, aproximadamente, 1 milhão e 200 mil pessoas.

Além da reclassificação da Grande Florianópolis, outras onze regiões encontram-se em estado grave (cor laranja) e quatro em alto (cor amarela). As regiões Alto Vale do Rio do Peixe, Planalto Norte, Médio Vale do Itajaí, Nordeste e Xanxerê tiveram o risco aumentado, modificando de alto para grave.

Seis regiões se mantiveram em nível grave: Extremo Oeste, Serra Catarinense, Alto Vale do Itajaí, Foz do Rio Itajaí, Laguna e Extremo Sul). As quatro regiões em estado alto são Oeste, Alto Uruguai Catarinense, Meio-Oeste e Carbonífera.

Microrregião ainda está na 1ª onda da pandemia

Com 19.985 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia, sendo 18.692 pacientes curados e 224 mortes, o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, diz que a Amurel inda se encontra na primeira onda da pandemia e que os casos começaram a registrar novamente um crescimento significativo.

“Pode haver uma segunda onda da pandemia, assim como a que está ocorrendo na Europa, mas aqui não saímos ainda nem da primeira. Tivemos uma queda sim, mas não saímos da primeira. Estamos tendo um novo aumento sem ter muito declínio. Então, este aumento de transmissão está acontecendo em virtude de todas as liberações que têm sido feitas em conjunto com o Estado, mas ao mesmo tempo porque as pessoas parecem ter cansado. Basta ver as aglomerações durante os feriadões”, pontua.

“Nós tivemos uma primeira grande onda, um leve decréscimo por aproximadamente um mês e já voltamos a aumentar o número de casos, não só na região, mas em todo o Estado. Este é o momento agora. A vantagem é que isso não está se refletindo, ainda, nas internações hospitalares, que estão estáveis”, alerta.

“O que se espera é que haja este aumento de contaminação, mas não aumentem as internações, porque aí vamos tendo a imunidade coletiva sendo formada. Caso aumentem as internações, aí precisaremos tomar atitudes mais drásticas em algum momento, caso seja necessário”, avalia Daisson.

Tubarão chega a 100 mortes

Tubarão atingiu nesta ontem a marca de 100 óbitos provocados pela covid-19. Nos últimos dias, mais três pessoas morreram – uma idosa de 77 anos e dois homens, de 55 e 57. Trinta e oito pessoas estão internadas nos dois hospitais da cidade para tratar a doença – nove na UTI e 29 na enfermaria. Dez deles são tubaronenses – quatro na UTI e seis na enfermaria.

Mortes por covid-19 na Amurel

A Amurel contabiliza 224 mortes devido a complicações causadas pelo coronavírus. Os óbitos ocorreram em: Tubarão (100), Braço do Norte (20), Laguna (17), Capivari de Baixo (17), Imbituba (15), Gravatal (9), Jaguaruna (9), Armazém (5), São Ludgero (5), Pescaria Brava (5), Pedras Grandes (5), Imaruí (4), Sangão (4), São Martinho (3), Rio Fortuna (3), Grão-Pará (2) e Santa Rosa de Lima (1). A covid-19 causou 3.139 mortes em todo o Estado.

Regiões em alerta em SC

A matriz traz alertas específicos. Na taxa de ocorrência de óbitos, estão em alerta a regiões Extremo Oeste, Grande Florianópolis e a Serra Catarinense.

Com relação a transmissibilidade as regiões em estado de atenção são o Extremo Sul, a Serra Catarinense, o Médio Vale do Itajaí, a Foz do Rio Itajaí, Laguna, Carbonífera e Nordeste.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, a elevação da classificação da Grande Florianópolis pode refletir nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com o aumento na taxa de ocupação. Na última semana, Santa Catarina registrou 13.924 novos casos e 80 mortes em decorrência da covid-19.

Fonte – Diário do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Catador de recicláveis encontra recém-nascida em lixeira de Camboriú

Uma recém-nascida foi encontrada por um catador de materiais recicláveis, no último sábado, 28, dentro de uma caixa de sapato, na lixeira de um prédio de Balneário Camboriú, no...

SÃO LUDGERO | Homem fica gravemente ferido após ser atropelado

Em São Ludgero, um homem ficou em estado grave após ser atropelado por um caminhão. O acidente aconteceu no fim da manhã deste domingo...

LAGUNA | Anuncia o 28° óbito e SC estuda medidas mais enérgicas para conter o vírus

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA), através da Vigilância Epidemiológica, confirmou, neste sábado (28), 39 novos casos da Covid-19 em Imbituba. Do total, 19...

PRF gera prejuízo de mais de R$ 21 milhões ao crime organizado em menos de 30h

De norte a Sul do país, foram registradas diversas ocorrências que resultaram em cerca de 5 toneladas de drogas apreendidas e dezenas de veículos...