Operação conjunta resulta na interdição de posto de combustíveis e duas prisões, em Laguna

Publicado em 22 de maio de 2020

Uma ação conjunta entre a Polícia Civil, o Instituto Geral de Perícias (IGP) e a Agência Nacional do Petróleo (ANP) resultou na interdição de um posto de combustíveis e na prisão em flagrante de dois funcionários por crime contra as relações de consumo. Foi na quarta-feira (21), no centro de Laguna.

A Delegacia de Polícia local iniciou o trabalho investigativo após denúncia encaminhada pelo PROCON de Laguna. A denúncia dava conta que funcionários do posto de combustíveis estariam abastecendo veículos flex com etanol no lugar de gasolina. Após diligências preliminares que confirmaram a denúncia, o delegado William Testoni Batisti, que coordena a investigação, representou pela expedição de mandado de busca e apreensão no estabelecimento.

Na ação foi possível constatar que dois bicos de abastecimento sem identificação visual registravam eletronicamente o preço de R$ 3,44, preço que, no referido estabelecimento, era cobrado pelo produto gasolina. Conduto, ao realizarem a coleta de material para análise foi verificada a extração de líquido totalmente transparente, semelhante a álcool/etanol, cujo valor de cobrança divulgado pelo estabelecimento é R$ 2,89, gerando assim a prisão em flagrante dos envolvidos.

A ANP realizou a notificação e a interdição administrativa do estabelecimento em razão das irregularidades constatadas no local. A ação contou com o apoio de policiais civis da Delegacia da Comarca de Laguna, da DPCAMI – Laguna, IGP/SC (Núcleo Laguna) e da ANP.

Policia Civil SC

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

NOTÍCIAS RELACIONADAS

FAÇA SUA PESQUISA