Ocupação de UTIs para covid-19 volta a preocupar

“A alta no número de casos confirmados de covid-19 na região já começou a se refletir nas internações hospitalares”.

Dos três hospitais na Amurel com leitos de UTI SUS destinados ao tratamento de pacientes com coronavírus (ou com suspeita da doença), um está lotado, outro com 80% da ocupação e o outro com 40%. Nos particulares ou com convênio, o número de leitos já está com lotação máxima também.

Em Tubarão, dos dez leitos de UTI SUS do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), oito estavam ocupados até ontem. Ainda havia dois dos cinco leitos pediátricos ocupados e todos os quatro leitos de UTI covid particulares/convênio com pacientes. De acordo com o hospital, em caso de lotação máxima, os pacientes novos que chegarem precisarão ser encaminhados para outras unidades hospitalares com vagas disponíveis. “É verificado no sistema de regulação do Estado e feita a busca, primeiro na região e depois na macrorregião”, pontua.

Ainda em Tubarão, os leitos disponíveis para pacientes com atendimento particular ou convênio, tanto HNSC – com quatro vagas -, quanto Socimed, com seis leitos, estão com ocupação máxima.

Já em Laguna, a ocupação das UTIs do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos está em 100%. Além dos dez leitos da unidade, a direção do hospital ainda acrescentou que a enfermaria também já está chegando à sua lotação máxima de pacientes com covid-19 ou com suspeita da doença.

Em Imbituba, o Hospital São Camilo ainda é o com menos leitos de UTI ocupados. Dos dez disponíveis, até ontem, quatro estavam com pacientes internados.

Avaliação da situação

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, diz que o município já vem monitorando este crescimento nos números confirmados nas últimas semanas e disse que começa realmente a preocupar, porque agora já está se refletindo no número de internações, principalmente nas UTIs, que é onde o paciente acaba ficando muito tempo internado com agravamento da doença.

“A gente já vinha alertando a população, pedindo para tomar cuidado em relação a todos os procedimentos que já viemos falando ao longo da pandemia. Também percebemos que mais pessoas jovens estão se contaminando desta vez. O momento é de dar uma acalmada e reforçar os cuidados, com uso de máscara e álcool gel e evitando aglomerações, para ver se a situação consegue ser controlada. No mais, seguiremos as orientações do Estado e vamos aguardar a nova matriz de risco para nortear nossas ações daqui para frente”, diz.

Reportagem: DS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MUNDO | Rússia inicia vacinação contra coronavírus com Sputnik V

(ANSA) - O governo da Rússia iniciou nesta segunda-feira (30) o processo de vacinação da sua população com a Sputnik V, mesmo que o...

Roubo em Criciúma teve ao menos 30 criminosos e é o maior já registrado em Santa Catarina

SÃO PAULO - A Polícia Civil de Santa Catarina suspeita que a quadrilha fortemente armada responsável por praticar um mega-assalto contra o Banco do Brasil em Criciúma seja...

Vacina ideal contra covid-19 tem dose única

BRASÍLIA - O secretário nacional de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, disse nesta terça-feira, 1º, que a vacina ideal contra a covid-19 seria de dose única e armazenada em...

Trabalhadores terão nova chance de solicitar saque emergencial do FGTS

Trabalhadores de todo o País que não solicitaram o Saque Emergencial do FGTS  (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) vão ter um nova...