Ocupação de leitos está sob controle na região de Tubarão

Com 60 leitos de UTI ativos nos dois hospitais de Tubarão – que atendem a toda a região –, até ontem cinco estavam ocupados por pacientes suspeitos ou confirmados com coronavírus (dois casos confirmados – de Jaguaruna e Imbituba) e três suspeitos (todos de Imbituba). Isso torna a situação ainda sob controle, segundo o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol. Mas ele ressalta que não se pode relaxar agora.

Segundo Daisson, no Hospital Nossa Senhora da Conceição, são ao todo 40 leitos na UTI. Destes, 30 são para o SUS e, destes, ainda, 20 exclusivos para pacientes com coronavírus ou suspeitos. No Socimed, são outros 20 leitos, mas ainda nenhum disponibilizado para o SUS. Uma solicitação de liberação ao governo do Estado já foi enviada, mas ainda não foi liberada. “Claro que se for preciso utilizar os demais leitos que não são exclusivos para pacientes com Covid-19, eles serão utilizados”, comenta.

“O isolamento social que fizemos lá no começo teve uma efetividade muito grande, e reduzimos bastante a transmissão. Agora, com a liberação, está começando a voltar esta transmissão. A ocupação dos leitos hospitalares, tanto de enfermaria quanto de UTI, estabilizou bastante, mas ainda são pacientes da primeira situação. O agravamento acontece normalmente depois de sete a dez dias da transmissão, porque aparecem primeiro os sintomas, e vão se agravando, e aí temos o problema”, explica.

“Está tendo um fluxo muito grande no hospital, de entrada e saída de pacientes internados que receberam alta. Na UTI, também há algumas situações assim e, infelizmente, três óbitos”, pontua Daisson. Além dos cinco pacientes internados na UTI, outros cinco estão em enfermaria (três confirmados – um de Pescaria Brava e dois de Tubarão) e dois suspeitos (um de Tubarão e um de Imbituba).

“O que podemos dizer é que, por enquanto, está controlado, mas não podemos abrir mão dos cuidados, porque eu acredito que ainda possa ter um aumento. Nesta semana já começaram a aparecer novos casos, em número pequeno ainda, mas ainda assim são novos casos. Então, estamos monitorando esta situação. Conseguimos conter a transmissão, mas não podemos perder o foco para que não tenhamos novamente uma evolução maior destes casos”, ressalta o diretor-presidente da FMS.

Vagas no Estado

O governo do Estado de Santa Catarina já criou 381 novos leitos de UTI em hospitais públicos e filantrópicos desde o início da pandemia do novo coronavírus – o que representa 40% a mais da capacidade hospitalar pré-existente no Estado. Unidades de todas as regiões, em 22 municípios, já tiveram a capacidade de internações ampliada. Até segunda-feira à tarde, 16,7% destas vagas estavam preenchidas. Em Tubarão, dez novos leitos foram disponibilizados para o HNSC e estão ativos.

Fonte: DS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O seu horóscopo exclusivo em um Clic

O CAMINHO DOS ASTROS 51 A vida é um coletivo Urano teve vários filhos, como detestava a todos, mantinha-os presos no interior de Gaia, a Terra....

Pescadores e maricultores recebem apoio do Governo do Estado

Os pescadores e maricultores que sofreram prejuízos devido a fenômenos climáticos extremos, como o tornado e ciclones que atingiram Santa Catarina neste ano, contarão...

Funerária Zapelini informa o falecimento do Sr. Mario Zomer

Faleceu hoje dia (25) ás 12:00 no hospital São José de Criciúma o senhor Mario Zomer aos 69 anos de idade, deixa 3 filhos...

Governo pede 15 dias para apresentar a prorrogação do seguro-desemprego de demitidos na pandemia

BRASÍLIA - Após mais de duas horas de discussão, integrantes do governo pediram a suspensão da votação sobre a prorrogação do seguro-desemprego para quem foi...