O rio australiano que é lar das maiores minhocas do mundo

Tudo que sabemos sobre os animais parece não valer quando falamos sobre a fauna australiana, em especial se tratando do tamanho das mais variadas espécies existentes no país – e as minhocas não estão excluídas de tal imensa noção. Assim como os mais venenosos animais estão na Austrália, também estão por lá os maiores: além de morcegos do tamanho de pessoas e insetos maiores que um palmo, no vale do Rio Bass, ao sudeste do estado de Victoria, se encontra a Minhoca gigante de Gippsland – e se as singelas minhocas brasileiras causam aflição em algum leitor, melhor parar por aqui, pois se trata simplesmente da maior minhoca do mundo.

De nome científico Megascolides australis, tais animais tem um tamanho médio de 80 centímetros, e se uma minhoca de quase um metro pode causar espanto, vale deixar claro que em alguns casos a Minhoca gigante de Gippsland pode chegar a 3 metros de comprimento e pesar mais de 700 gramas. Curiosamente esse incrível animal passa quase que a totalidade de sua vida debaixo da terra, e atualmente só é encontrado na área à beira do rio – quando foi descoberto, em meados do século XIX durante o estabelecimento de fazendas na região, eram animais abundantes, originalmente confundidos com um estranho tipo de cobra.

minhoca gigante australiana

Os motivos para o crescimento incomum não são claros

Rapidamente, porém, se concluiu que a espécie simplesmente não passava do que parece: uma minhoca gigante. A espécie possui uma incrível capacidade de sobreviver em locais onde o solo se encontra afetado e sem vegetação superior – em terrenos argilosos e úmidos – e coloca somente um ovo por ano: os filhotes das Megascolides australis já nascem com singelos 20 centímetros, e cada animal pode viver anos e mesmo superar uma década de vida se alimentando de fungos, bactérias e micróbios em geral.

Megascolides australis

A Megascolides australis é encontrada somente em uma região do país, à beira do Rio Bass

A minhoca do Rio Bass é gigante, porém rara, e só costuma aparecer na superfície quando uma mudança radical ocorre em seu habitat, como uma chuva muito intensa. Apesar da dimensão e da aparência, trata-se de um animal especialmente frágil, e a manipulação indevida pode ferir ou mesmo matá-la. Curiosamente, apesar de ser reconhecida como a maior espécie invertebrada do mundo, não se trata da maior minhoca individual já descoberta: segundo o Guinness Book, a maior minhoca já encontrada era da espécie Microchaetus rappi, localizada na África do Sul com inacreditável 6,7 metros.

Megascolides australis

Nos casos mais extremos a minhoca pode se aproximar do peso de 1 quilo

Vitor Paiva : Redação Hypeness

© fotos: Facebook/reprodução

ÚLTIMAS NOTÍCIAS