InícioÚltimas do Olhar do SulO abate de bovinos e frangos cresceu no 2º trimestre de 2023

O abate de bovinos e frangos cresceu no 2º trimestre de 2023

O abate de bovinos e frangos cresceu no 2º trimestre de 2023 frente ao mesmo período de 2022, em 11,0% e 4,7%, respectivamente.

No 2º trimestre de 2023, foram abatidas 8,25 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de inspeção sanitária.

Com relação ao frango, foram abatidas 1,56 bilhão de cabeças.

Apenas o abate de suínos teve queda, de 1,6%, somando 14,00 milhões de cabeças no 2º trimestre de 2023.

Frente ao 1º trimestre de 2023, o abate de bovinos teve aumento de 12,3%, o de frangos caiu 2,8% e o de suínos recuou 1,1%.

Foram adquiridos 5,72 bilhões de litros de leite cru por estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária. Este valor é 3,9% maior do que no 2º trimestre de 2022 e 2,8% a menos do que no trimestre imediatamente anterior.

Já a aquisição de peças de couro pelos curtumes cresceu 8,6% frente ao 2º trimestre de 2022 e 7,2% ante o trimestre imediatamente anterior.

Os estabelecimentos que efetuam curtimento de pelo menos 5.000 unidades inteiras de couro cru bovino por ano declararam ter recebido 8,31 milhões de peças inteiras no 2º trimestre de 2023.

A produção de ovos de galinha cresceu 2,1% no ano e 1,8% no trimestre. Foram produzidos 1,04 bilhão de dúzias de ovos de galinha no 2º trimestre do ano.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

Fonte: Brasil 61