Nem todos os lageanos votarão por biometria

Publicado em 13 de janeiro de 2020

Nas eleições municipais que acontecem no dia 4 de outubro deste ano, as cidades da Serra Catarinense, como Lages e Correia Pinto, não terão o uso obrigatório de biometria para o voto. Já os eleitores das cidades de Otacílio Costa, Palmeira, Bocaina, Painel, São José do Cerrito e Capão Alto, é bom ficarem ligados, pois o sistema será obrigatório.

O chefe de cartório da 93° Zona Eleitoral, Marcos Cesar da Costa Duarte, alerta que “quem comparecer na eleição, sem ter feito o cadastro biométrico, terá o título cancelado e não poderá votar.”

Quem ainda não fez o cadastro biométrico ou precisa transferir o título para outro município, tem até o dia 3 de maio para ir à Justiça Eleitoral, na Avenida Belizário Ramos, 3.800, no Centro em Lages. Os horários de atendimento são de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h. Caso não queira pegar fila, e ser atendido na hora, basta  fazer o agendamento pelo site tre-sc.jus.br.

Marcos ressalta que o adolescente que completa 16 anos até o dia da eleição, e pretende votar, já pode pode ir até a Justiça Eleitoral para fazer o alistamento.

O objetivo principal do cadastro biométrico é trazer segurança ao processo eleitoral, a biometria traz agilidade na hora de votar. “É importante ter a identificação biométrica, é apenas mais uma etapa na segurança. Isso impede de uma pessoa votar no lugar de outra”, explica Marcos.

Para mais informações, basta ligar no (49) 3222-8312 ou acessar o site do tre-sc.jus.br.

O que precisa levar para fazer o cadastro biométrico 

  • Comprovante de endereço em nome do eleitor (conta de luz, ou conta bancária, ou conta de telefone, etc, desde que contenha nome e endereço e seja recente).
  • Um dos documentos: RG original ou Carteira de Trabalho e Previdência Social ou carteira profissional emitida por órgão criado por lei federal (OAB, CRM, CREA, etc) ou certidão de nascimento ou certidão de casamento.

Saiba mais

  • Não será aceita a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o primeiro título por não conter nacionalidade/naturalidade.
  • O passaporte somente será aceito se for o modelo que contenha também a filiação.
  • Todo documento apresentado  deve conter nome atual e sem abreviaturas (inclusive de filiação), caso contrário, deverá ser apresentado documento complementar que contenha esses dados.
  • Comprovante de quitação do serviço militar (homens com idade entre 18 e 45 anos) para o primeiro título.

Com informações do Site Correio Lageano Mais

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

NOTÍCIAS RELACIONADAS

FAÇA SUA PESQUISA