Município da Serra e construtora são condenados por irregularidades em loteamento

Um município e uma construtora da região serrana foram condenados nesta semana, em ação civil pública promovida pelo Ministério Público, à legalização de uma área de terra loteada há mais de 20 anos com toda sorte de irregularidades, desde a falta de licenciamento ambiental para operação e carência de infraestrutura até a insuficiência de equipamentos de saneamento básico. Ambos, solidariamente, terão que promover a total adequação a todas essas medidas.

A empresa, além disso, deverá pagar indenização por danos ambientais e urbanísticos no valor de R$ 300 mil, quantia a ser revertida ao Fundo para Reconstituição de Bens Lesados do Estado de Santa Catarina. A decisão do juízo da comarca de Lages determina que os réus providenciem o sistema de coleta e tratamento de esgoto doméstico, drenagem da água da chuva e melhoria nas redes de água e iluminação pública no prazo de seis meses.

A empresa deverá obter a licença ambiental, na modalidade corretiva, e implementar todas as medidas ambientalmente necessárias ao empreendimento. A retirada dos moradores que invadiram área verde ou de preservação permanente no loteamento será obrigação da prefeitura. Consta nos autos que em 2011 o MP instaurou inquérito para apurar as irregularidades. O município reconheceu os problemas.

No ano seguinte, uma perícia apontou valas a céu aberto por onde escorria esgoto junto com a tubulação de água, assim como ruas sem calçamento e em precário estado de conservação. Durante esse tempo, embora alertados, os réus não se esforçaram para prevenir ou reparar os danos ao patrimônio coletivo. A construtora e o Município podem recorrer ao Tribunal de Justiça.

Assessoria de Imprensa/NCI

Imagem: Divulgação/Comarca de Lages

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pescadores e maricultores recebem apoio do Governo do Estado

Os pescadores e maricultores que sofreram prejuízos devido a fenômenos climáticos extremos, como o tornado e ciclones que atingiram Santa Catarina neste ano, contarão...

Funerária Zapelini informa o falecimento do Sr. Mario Zomer

Faleceu hoje dia (25) ás 12:00 no hospital São José de Criciúma o senhor Mario Zomer aos 69 anos de idade, deixa 3 filhos...

Governo pede 15 dias para apresentar a prorrogação do seguro-desemprego de demitidos na pandemia

BRASÍLIA - Após mais de duas horas de discussão, integrantes do governo pediram a suspensão da votação sobre a prorrogação do seguro-desemprego para quem foi...

criciúma | Artistas da região podem se inscrever em mostra virtual do IFSC

A quinta edição da Mostra Curto-Circuito de Arte e Cultura do Câmpus Criciúma do IFSC será realizada de forma virtual em 2020. O evento cultural acontecerá...